Publicidade

Corinthians e Fluminense sempre que se encontram trazem grandes lembranças a seus torcedores. Isso porque um dos maiores ídolos da história dos dois clubes é um nome em comum. Trata-se de Rivelino. Mas ele não é o único. O MQJ Memória deste domingo relembra craques que defenderam Fluminense e Corinthians.

Rivelino foi inclusive considerado o Reizinho do Parque, clube que defendeu entre 1965 e 1974. Mas nunca ganhou um título e saiu marcado por isso. Foi para o Fluminense, onde foi o grande nome das décadas de 70, ganhando as taças de 1975 e 1976.

Túlio Corinthians jogou por Fluminense e Corinthians. Mas sem grande sucesso (Foto: FPF)

Antes dele um nome que fez história nos dois clubes foi o artilheiro Flávio. Ele foi campeão do Torneio Rio-São Paulo em 1966 pelo Corinthians. Depois, em 1970, ganhou o Brasileiro pelo Corinthians.

Publicidade

MAIS!

MQJ Memória: O adeus a Clébson! O substituto de Jorginho
MQJ Memória: Daniel González, o uruguaio que fez história no Vasco e no Corinthians

Tricampeão carioca pelo Fluminense entre 1983 e 1985, o lateral-esquerdo Branco ainda ganhou o Brasileirão de 1984 pelo Tricolor. Em 1994 defendeu o Corinthians, sendo finalista do Campeonato Brasileiro. Perdeu a final para o Palmeiras.

Anos 90 também tem história

Galeria de Fotos

Publicidade

Os anos 90 também foram ricos nesta história. Ídolo do Botafogo na conquista do título brasileiro de 1995, Túlio Maravilha foi campeão paulista pelo Corinthians em 1997. Mas depois, em 1999, teve rápida passagem pelo Fluminense. O volante Marcelinho Paulista foi campeão paulista e da Copa do Brasil pelo Corinthians em 1995. Em 2001 e 2002 defendeu o Fluminense, mas sem títulos.

MAIS!

MQJ Memória: Zé Carlos, o Grandão do gol do Flamengo
MQJ Memória: Campeão mundial pelo Flamengo, Figueiredo morreu no auge da carreira MQJ Memória: Geraldo, o craque do Flamengo marcado por uma fatalidade
Alegria no apito: Margarida, o árbitro mais alegre da história do futebol

Publicidade

O goleiro Ronaldo ganhou vários títulos na década de 90 pelo Corinthians. Em 1998 teve passagem apagada pelo Tricolor. Quem tem história parecida é o volante Vampeta. Bicampeão paulista e brasileiro pelo Corinthians, Vampeta ganhou o Mundial de Clubes de 2000 pelo Corinthians. Mas teve

MAIS!

MQJ Memória: Polêmica no Carioca faz o futebol relembrar Eduardo Viana, o Caixa D´água
MQJ Memória: Vivinho, o gol de placa de São Januário
Nomes de animais, MQJ Memória relembra craques bichos
MQJ Memória: Carlinhos Violino, o interino acostumado a dar voltas olímpicas
MQJ Memória: Cláudio Coutinho montou o inesquecível Flamengo

Publicidade

Herói do Fluminense na Série C do Campeonato Brasileiro de 1999, o meia Roger ganhou o título do Brasileirão de 2005 pelo Corinthians. Cria da base do Fluminense, Carlos Alberto foi outro jogador que ganhou o Brasileirão de 2005 pelo Corinthians.

A história mais recentes dos craques de Fluminense e Corinthians

MAIS!

MQJ Memória: Artilheiro no Flamengo e goleiro no Palmeiras
MQJ Memória: Botafogo perdeu Clei, o lateral que morreu por engano
Ézio, porque super-herói é pra isso que ele entra no MQJ Memória
MQJ Memória: Assis, o carrasco do Flamengo

Publicidade

Líder do PT na Câmara, o ex-deputado José Geno

O craque Edmundo jogou pelos dois clubes. Atuou em 1996 pelo Corinthians e em 2004 pelo Fluminense. Mas não ganhou títulos.

Relacionadas

Mais recentemente o meia Deco foi campeão brasileiro pelo Fluminense nos anos de 2010 e 2012. Mas poucos se lembram que ele foi revelado nas categorias de base do Corinthians, onde jogou por seis meses. Herói da conquista do título brasileiro de 2010 pelo Fluminense, Emerson Sheik foi em 2011 para o Corinthians. Ganhou A Libertadores e o Mundial de Clubes de 2012 pelo Timão. Assim podemos ver que grandes nomes vestiram as duas camisas.

Publicidade

MAIS!

MQJ Memória: Mazolinha, o craque que virou pedreiro
MQJ Memória: Berg, o Anjo Louro do Botafogo
Relembre grandes zebras do futebol carioca
MQJ Memória: America e Bangu, símbolos de uma época que o Rio tinha 6 grandes
MQJ Memória: Dener, o mais parecido com Pelé
Filho de peixe, relembre pais e filhos do futebol
MQJ Memória: Jorge Mendonça, o substituto de Dinamite

Comentários