Publicidade

O dia 4 de outubro é o Dia Mundial dos Animais. No Brasil é comum os fiéis da Igreja Católica levarem seus bichinhos para a benção de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais. Mas o futebol não pode ficar de fora desta festa. Por isso o MQJ Memória de hoje vai homenagear os jogadores famosos com nome de bicho.

Desde a época do Santos que Ganso chama atenção pelo nome (Foto: Ricardo Saibun / Divulgação Santos)

Alguns desses nomes são ilustres. Poucos goleiros tem uma trajetória tão especial no esporte como Emerson Leão. Arqueiro dos mais brilhantes, quando parou de atuar ele virou técnico. E olha que ganhou canecos importantes.

Leia também:

Publicidade

MQJ Memória: Artilheiro no Flamengo e goleiro no Palmeiras
MQJ Memória: Berg, o Anjo Louro do Botafogo

A lista não leva em consideração apenas os nomes, mas também alguns apelidos. Portanto, o MQJ Memória convida para esta viagem aos jogadores famosos com nome de bicho:

Emerson Leão

Emerson Leão (Foto: São Paulo)

O goleiro vestiu a camisa de grandes clubes do futebol brasileiro, como Palmeiras, Vasco e Grêmio. Foi campeão mundial com a Seleção Brasileira em 1970. Foi campeão brasileiro como jogador e treinador. Poucos jogadores são tão campeões quanto Leão.

Juca Baleia

Juca Baleia (Foto: Sampaio Corrêa)

Publicidade

O goleiro Juca Baleia nunca deixou o futebol do Maranhão. Mas virou celebridade nacional em 1992, quando o seu Sampaio Corrêa enfrentou o Palmeiras pela Copa do Brasil. O jogador na época tinha 120 quilos e foi o destaque dos confrontos com o Verdão. Mas o Porco se classificou.

Emílio Peixe

Emilio Peixe (Foto: Benfica)

Considerado o melhor jogador do Campeonato Mundial Sub-20 de 1991, quando conduziu Portugal ao título, o meia Emílio Peixe vestiu a camisa dos três principais clubes de Portugal: Porto, Benfica e Sporting. Mas nunca entregou tudo o que esperava dele.

Leia também:

Publicidade

MQJ Memória: Polêmica no Carioca faz o futebol relembrar Eduardo Viana, o Caixa D´água
MQJ Memória: Vivinho, o gol de placa de São Januário

Roberto Cavalo

Roberto Cavalo (Foto: Vitória)

Hoje treinador de futebol, Roberto Cavalo ficou conhecido pela patada nas pernas. Suas cobranças de falta normalmente terminavam com a bola no fundo da rede. Teve destaque pelo Criciúma na conquista da Copa do Brasil de 1991 e na bela campanha na Copa Libertadores de 1992. Foi vice-campeão brasileiro pelo Vitória em 1993. Além disso defendeu o Botafogo, jogando ao lado de Túlio Maravilha.

Gato Fernández

Gato Fernández (Foto: Conmebol)

Pai de Gatito Fernández, atual goleiro do Botafogo, Roberto Fernández foi goleiro da seleção paraguaia e do Internacional. Por conta da qualidade de seu futebol e de sua velocidade debaixo dos arcos passou a ser chamado de Gato Fernández.

Mauro Ovelha

Mauro Ovelha (Foto: Divulgação)

Publicidade

Jogador e treinador com grande nome no futebol do Sul, principalmente o de Santa Catarina. Revelado nas categorias de base do Inter, foi zagueiro campeão catarinense de 2011 pela Chapecoense.

Leia também:

MQJ Memória: Mazolinha, o craque que virou pedreiro
MQJ Memória: Filho de peixe, relembre pais e filhos do futebol

Gonzalo Carneiro

Gonzalo Carneiro (Foto: São Paulo)

Publicidade

O atacante uruguaio do São Paulo se destacou no Defensor do Uruguai, sendo contratado pelo Tricolor paulista em 2018.

Paulo Henrique Ganso

Ganso (Foto: Fluminense)

O meia revelado pelo Santos fez história ao lado de Neymar. Passou pelo Sevilla e pelo São Paulo. Mas nunca entregou o que dele se esperava. Entretanto tenta reencontrar seu melhor futebol no Fluminense.

Leia também:

Publicidade

MQJ Memória: Assis, o carrasco do Flamengo
MQJ Memória: Daniel González, o uruguaio que fez história no Vasco e no Corinthians

Alexandre Pato

Pato (Foto: Arquivo Uefa)

O atacante revelado pelo Internacional passou pelo Milan, São Paulo e Corinthians. Além disso jogou na Seleção Brasileira. Mas está sem clube.

Coelho

Coelho (Foto: Corinthians)

Atualmente como treinador do Corinthians, Coelho foi um lateral-direito que marcou época no Timão. Era conhecido pelos potentes chutes de fora da área.

Marcelo Cordeiro

Marcelo Cordeiro (Foto: Botafogo)

Publicidade

O lateral-esquerdo foi campeão carioca pelo Botafogo em 2010.

Leia também:

MQJ Memória: O adeus a Clébson! O substituto de Jorginho
MQJ Memória: Ézio, porque super-herói é pra isso

Neto Coruja

Neto Coruja (Foto: Vitória/BA)

O volante ganhou fama no futebol brasileiro defendendo o Vitória da Bahia.

Walter Minhoca

Walter Minhoca (Foto: Divulgação)

O meia foi destaque do Ipatinga na Copa do Brasil de 2006. O time mineiro foi semifinalista.

Publicidade

Leia também:

MQJ Memória: Geraldo, o craque do Flamengo marcado por uma fatalidade
MQJ Memória: Margarida, o árbitro mais alegre da história do futebol

Mosquito

Mosquito se destacou no Vasco (Foto: Arquivo Vasco) Mosquito (Foto: Arquivo Vasco)

O atacante é uma eterna promessa no futebol brasileiro. Defendeu Vasco e Athletico Paranaense.

Cláudio Pitbull

Cláudio Pitbull (Foto: Fluminense)

O atacante defendeu clubes como Grêmio e Fluminense.

Leia também:

MQJ Memória: Carlinhos Violino, o interino acostumado a dar voltas olímpicas
MQJ Memória: Cláudio Coutinho montou o inesquecível Flamengo

Paulo Roberto Falcão

Falcão (Foto: Roma)

Ídolo do Internacional e da Roma, Falcão defendeu a Seleção Brasileiro, que também treinou.

Júnior Urso

Júnior Urso (Foto: Divulgação Corinthians)

O volante está no futebol dos Estados Unidos. Mas no Brasil vestiu camisas de peso como Atlético-MG e Corinthians.

Leia também:

MQJ Memória: Zé Carlos, o Grandão do gol do Flamengo
MQJ Memória: Campeão mundial pelo Flamengo, Figueiredo morreu no auge da carreira 

Edson Ratinho

Edson Ratinho (Foto: Internacional/Divulgação)

O zagueiro passou pelo Internacional, jogou na Europa e agora está no São Bento-SP.