Publicidade

O mundo da bola está de luto com a morte de Freddy Rincón. O volante, que também fez história no futebol brasileiro, foi um dos principais nomes de uma geração de ouro da Colômbia. Em forma de homenagem, o MQJ Memória relembra aquela seleção que marcou época.

Rincón desembarcou no Brasil em 1994, para defender o Palmeiras. O sucesso o levou ao Napoli e ao Real Madrid. Em 1996, retornou ao Verdão e continuou a trajetória de sucesso no futebol brasileiro.

Galeria de Fotos

O volante se transformou em ídolo do Corinthians, pelo qual foi campeão mundial. Rincón ainda defendeu o Santos e o Cruzeiro no Brasil. Pela seleção da Colômbia, foi um dos pilares de uma geração de ouro.

MQJ Memória relembra a geração de ouro da Colômbia

Publicidade

Rincón disputou três Copas do Mundo: 1990, 1994 e 1998. Em seu primeiro Mundial, ele viveu um momento mágico. Foi dele o gol de empate, no fim do jogo, contra a Alemanha. Virou texto do escritor uruguaio Eduardo Galeano, pela importância e pela beleza do gol. Rincón tabelou com Valderrama.

Rincón Copa 1998 MQJ Memória Rincón, ídolo do futebol colombiano | Foto: CHRISTOPHE SIMON/AFP via Getty Images

A beleza do jogo fez aquela Colômbia marcar época. Valderrama, o camisa 10, foi o expoente daquele time, muito bem assessorado por Rincón. O goleiro Higuita e o zagueiro Luis Carlos Perea eram outros destaques daquele time de 90. A Colômbia caiu nas oitavas de final, na prorrogação, para Camarões de Roger Milla.

Relacionadas

Messi
Neymar Brasil x Sérvia

Na caminhada para a Copa do Mundo de 1994, a seleção colombiana escreveu um capítulo histórico. Pelas Eliminatórias, no dia 5 de setembro de 1993, em pleno Monumental de Núñez, a Colômbia fez 5 a 0 na Argentina de Redondo, Simeone, Batistuta & Cia.

Publicidade

MQJ Memória: os vexames da Itália nas duas últimas Copas que disputou

Rincón marcou duas vezes naquela goleada histórica. Asprilla também marcou dois gols. O atacante, outro conhecido do futebol brasileiro, foi mais um nome de destaque da seleção colombiana. O goleiro Óscar Córdoba também ganhou espaço.

MQJ Memória: relembre as decepções do PSG na Champions League

Colômbia era favorita de Pelé

Publicidade

Nas Eliminatórias, a Colômbia se classificou em primeiro no grupo, à frente da Argentina. Pelé apontou a seleção colombiana como favorita ao título da Copa do Mundo de 1994.

Valderrama Valderrama, ícone de uma geração | Foto: CRIS BOURONCLE/AFP via Getty Images

No Mundial, entretanto, um duro golpe. A seleção colombiana caiu na fase de grupos e viveu um drama. No duelo contra os Estados Unidos, o zagueiro Andréas Escobar fez um gol contra. Dias depois da queda da Colômbia na Copa, ele foi assassinado em frente a uma discoteca em Medellín.

MQJ Memória: o sufoco do Brasil nas Eliminatórias para Copa de 2002

Publicidade

Em 1998, Rincón e Valderrama lideraram a Colômbia em mais uma Copa do Mundo. Mondragón, Asprilla e Aristizábal, mais um nome de sucesso no futebol brasileiro, eram outros destaques do time. Novamente, a seleção colombiana caiu na fase de grupos.

MQJ Memória: a época em que Coutinho foi o ‘mágico’ do Liverpool

Pelos craques envolvidos, pelo futebol alegre e vistoso, aquela geração da Colômbia escreveu um capítulo especial.

Comentários