Publicidade

Philippe Coutinho vai tentar reencontrar o bom futebol na Premier League. O Barcelona emprestou o meia-atacante brasileiro, de 29 anos, ao Aston Villa até o fim da temporada. O MQJ Memória pega embalo para relembrar o brilho de Coutinho na Inglaterra.

Os anos de Liverpool foram os melhores da carreira de Philippe Coutinho até aqui. Foi justamente o sucesso na Inglaterra, além do potencial que tem, que fez com o que brasileiro fosse cobiçado na Premier League.

Galeria de Fotos

Além do Aston Villa, Arsenal, Tottenham, Leicester e Everton foram apontados como interessados em Philippe Coutinho no mercado da bola nas últimas semanas.

Relacionadas

Ferguson e Cristiano Ronaldo
Simeone

Publicidade

O talento de Philippe Coutinho chamou atenção logo na base do Vasco, tanto que a Inter de Milão acertou a contratação do meia quando ele tinha 16 anos. Quando completou 18, foi para a Itália.

MQJ Memória relembra Coutinho no Liverpool

Coutinho deu os primeiros passos pela Inter na temporada 2010/2011. Em janeiro de 2012, foi emprestado ao Espanyol. Retornou à Itália na temporada seguinte, mas por pouco tempo. O Liverpool buscou o brasileiro em janeiro de 2013, por 13 milhões de euros (R$ 83,7 milhões, na cotação atual).

Philippe Coutinho MQJ Memória Coutinho no jogo em que fez o primeiro gol pelo Liverpool | Foto: Clive Brunskill/Getty Images

O Liverpool era comandado por Brendan Rodgers. Steven Gerrard, aos 33 anos, era o principal nome do elenco. Por sinal, ele será o técnico de Coutinho no Aston Villa. Carragher, Joe Cole e Suárez eram outros destaques daquele Liverpool.

Coutinho e Gerrard Gerrard agora será técnico de Coutinho | Foto: Stu Forster/Getty Images

Publicidade

A estreia de Coutinho foi contra o West Bromwich, pela Premier League, no dia 11 de fevereiro de 2013. Na rodada seguinte, ele fez o primeiro gol pelo clube inglês. A vítima foi o Swansea.

MQJ Memória: os vexames recentes do Barcelona na Champions League

Na temporada seguinte, Coutinho e o Liverpool bateram na trave na Premier League. O time foi vice-campeão, a dois pontos do Manchester City. Em 33 jogos pelo Campeonato Inglês, o meia brasileiro fez cinco gols e sete assistências.

Publicidade

MQJ Memória: Andreas Pereira entra para a lista de erros bizarros do futebol

Philippe Coutinho crescia a cada temporada pelo Liverpool. O bom desempenho o levou à Seleção Brasileira, em 2014. Ele fechou a temporada 2014/2015 com oito gols e seis assistências em 56 jogos. O apelido de “Pequeno Mágico”, dado pela torcida inglesa, pegou.

MQJ Memória: Relembre craques colombianos que jogaram no Brasil

Coutinho cresceu ainda mais com Klopp

Publicidade

A temporada de 2015/2016 teve uma ruptura no Liverpool. Brendan Rodgers deu lugar a Jürgen Klopp. O desempenho de Coutinho só melhorava. Foram 12 gols e sete assistências em 43 jogos. E uma decepção. O Liverpool perdeu, de virada, a final da Liga Europa para o Sevilla.

Coutinho e Klopp Coutinho e Klopp se entenderam bem | Foto: PAUL ELLIS/AFP via Getty Images

Em termos de números, a temporada 2016/2017 foi a melhor de Coutinho pelo Liverpool. Protagonista, ele marcou 14 gols e distribuiu dez assistências em 36 jogos.

MQJ Memória: Messi não está só… relembre craques que trocaram de clube de graça

Publicidade

Coutinho, então, passou a conviver com o interesse do Barcelona. O brasileiro começou a temporada 2017/2018 com tudo: foram 12 gols e oito assistências em 20 jogos. Entretanto, o Barça tanto insistiu que dobrou os ingleses. Em janeiro de 2019, o Barcelona contratou Philippe Coutinho. O negócio atingiu a casa dos 135 milhões de euros (R$ 869,1 milhões, na cotação atual). Coutinho se despediu do Liverpool após 201 jogos, com 54 gols marcados.

MQJ Memória: Galvão não foi único. Relembre ataques de raiva de jornalistas esportivos

O começo promissor no Barcelona não durou muito tempo. Coutinho não brilhou como esperado na temporada 2018/2019 e foi emprestado ao Bayern de Munique, pelo qual participou da campanha campeã da Champions League de 2020.

Publicidade

O retorno ao Barcelona foi marcado por lesão. Coutinho não conseguiu recuperar o bom futebol na Espanha e agora retorna à Inglaterra. A inspiração no sucesso de Liverpool pode ajudar o brasileiro. Na Premier League, ele amadureceu, cresceu e virou protagonista. É o protagonismo que quer recuperar no Aston Villa.

Comentários