Publicidade

Uma lenda. Alex Ferguson está na história do Manchester United e no futebol inglês. O técnico completou, no dia 31 de dezembro, 80 anos. O MQJ Memória pega carona nos festejos para reverenciar o treinador.

Ferguson comandou o Manchester United de 1986 a 2013. O sucesso foi tão grande que virou Sir, a mais alta honraria da coroa britânica. Virou nobre da bola e uma referência do futebol.

Galeria de Fotos

Ex-jogador, o escocês Alex Ferguson iniciou a carreira de técnico aos 32 anos, nas categorias de base do East Sterlingshire. Depois, foi para o St. Mirren. Ainda na Escócia, treinou o Aberdeen, com muito sucesso e títulos.

Relacionadas

Simeone
Barcelona Bayern de Munique Champions League

Publicidade

Ferguson fez parte da comissão técnica da seleção escocesa e assumiu o time com o falecimento de Jock Stein. O técnico, assim, comandou a Escócia na Copa do Mundo de 1986. Foi eliminado na fase de grupos.

Manchester United Ferguson é lenda do Manchester United | Foto: ADRIAN DENNIS/AFP via Getty Images

MQJ Memória destaca a lenda Alex Ferguson

E foi em 1986 que Alex Ferguson desembarcou no Manchester United. O começo, entretanto, não foi dos mais fáceis. O primeiro título só foi conquistado na temporada 1989/1990. A Copa da Inglaterra abriu uma era de conquistas.

MQJ Memória: rivalidade entre Messi e Cristiano Ronaldo ganha pitada de polêmica; relembre tensão e números

Publicidade

O Manchester United passou a ter sucesso em copas, até chegar ao primeiro título de Premier League, na temporada 1992/1993. O destaque do time era o francês Eric Cantona. Mark Hughes, Paul Ince e Peter Schmeichel eram outros nomes de peso. E ali iniciava uma geração de muitas glórias, com Gary Neville, Ryan Giggs, David Beckham, Nicky Butt e Paul Scholes.

MQJ Memória: Andreas Pereira entra para a lista de erros bizarros do futebol

O bicampeonato da Premier League, em 94, evidenciou que o Manchester United estava pronto para iniciar uma dinastia. A suspensão de Cantona, após dar uma voadora em um torcedor, foi um baque. O United viu escapar o título inglês de 95.

Cantona fez história no Manchester United

Publicidade

O craque voltou a jogar e a brilhar pelo United, com mais dois títulos de Premier League, antes de se aposentar, em 1997. Ferguson, então, precisou encontrar soluções ofensivas. Além disso, a geração de Beckham, Giggs e Scholes ganhou ainda mais protagonismo.

MQJ Memória: Relembre craques colombianos que jogaram no Brasil

Na primeira temporada sem Cantona, Andy Cole, Dwight Yorke, Teddy Sheringham e Ole Gunnar Solskjaer seguraram a bronca. Por sinal, a parceria entre Cole e Yorke fez muito sucesso com a camisa do United.

A histórica Champions League

Publicidade

O protagonismo do Manchester United na Inglaterra já estava consolidado. Faltava dar o bote na Champions League. E o primeiro título de Ferguson foi histórico e dramático. Em 1999, o United virou para cima do Bayern de Munique em uma das finais mais emocionantes da história. Sheringham empatou o jogo aos 46 minutos do segundo tempo. Aos 48, Solskjaer fez o gol do título.

Solskjaer Manchester United Solskjaer fez gol de título de Champions | Foto: Manchester United / Divulgação

Além de revelar jogadores, Alex Ferguson buscou peças importantes e históricas para o Manchester United no mercado da bola, como Rio Ferdinand, Cristiano Ronaldo e Rooney, por exemplo. O trio fez sucesso no time, inclusive com título de Champions League, em 2008. Na ocasião, o United bateu o Chelsea nos pênaltis.

MQJ Memória: Dignos de Messi e Mbappé… Traumas marcaram saída de ídolos de clubes brasileiros

Publicidade

Por falar em Cristiano Ronaldo, o técnico desenvolveu uma relação especial com o craque português, que foi para a Inglaterra com 18 anos. CR7 o considera como um pai. Por sinal, Ferguson foi fundamental para o retorno do astro.

Ferguson e Cristiano Ronaldo Ferguson e Cristiano Ronaldo têm uma relação especial | Foto: Imago Images

A imprensa inglesa apontava que o destino de Cristiano Ronaldo poderia ser o Manchester City. Entretanto, Sir Alex Ferguson influenciou no retorno de CR7 ao United.

A despedida de Ferguson

Sir Alex Ferguson é figura carimbada no Old Trafford. A influência dele é notável. Não apenas no retorno de Cristiano Ronaldo. A imprensa inglesa sinalizou que ele deu muito apoio a Solskjaer, ex-pupilo, algo que teve impacto e adiou a demissão do técnico.

Publicidade

Até hoje, o Manchester United “vive” à sombra de Sir Alex Ferguson. É que o time amarga uma sequência sem títulos da Premier League. O último foi justamente na temporada de despedida da lenda, em 2013. Lá estavam Ferdinand, Scholes, Giggs, além de Rooney, Van Persie, entre outros.

Alex Ferguson se aposentou em 2013 com um histórico invejável. Foram 13 títulos de Premier League e duas Champions League, além de dez Supercopas da Inglaterra, cinco Copas da Inglaterra e quatro Copas da Liga Inglesa. É uma lenda!

Comentários