Publicidade

Enquanto os gigantes do futebol europeu querem pagar bilhões por contratações de impacto como Lionel Messi e Kane, alguns países não conseguem dinheiro sequer para mandar as suas seleções a campo. Quem vive esse drama é o time de Angola, que está recorrendo a uma vaquinha para conseguir preparar a seleção para as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, que vai acontecer no Catar.

Angola estreia nas Eliminatórias dia 2 de setembro contra o Egito, em Cairo. Uma semana depois recebe a Líbia em Luanda. Assim por uma questão de logística a Federação alugou um hotel e um centro de treinamento em Portugal para se preparar nos dias antes. Mas não tem dinheiro para arcar.

Seleção de Angola vai tentar jogar sua segunda Copa do Mundo (Foto: Divulgação)

Assim recorreu a uma vaquinha com empresários angolanos para conseguir o dinheiro. Além disso conseguiu com o hotel prorrogar o prazo para pagamento da hospedagem e alimentação dos jogadores.

Publicidade

MAIS! Barcelona vai dar mordida no bolso de craques

Dirigente conta a crise

Os dirigentes estão desesperados.

– A gente vai viajar no dia 29 de agosto se conseguirmos o dinheiro. Sai mais barato ir para Portugal e depois para Cairo do que seguirmos diretamente de Angola para o Egito. Mas não temos qualquer disponibilidade financeira para fazer face às despesas em Portugal. Estamos de ‘mãos e pés atados’. Estamos a envidar esforços para ver se conseguimos resolver esta situação por intermédio de algumas empresas – disse José Carlos Miguel, vice-presidente da Federação Angolana de Futebol.

Relacionadas

Odegaard Real Madrid
Pogba Manchester United

Publicidade

Angola luta para conseguir disputar pela segunda vez na história uma Copa do Mundo. A primeira vez foi em 2006, na Alemanha, mas o país acabou eliminado ainda na fase de grupos. Mas não deu vexame. A seleção perdeu de 1 a 0 para Portugal e empatou sem gols com o México e por 1 a 1 com o Irã.

Comentários