Publicidade

A Copa São de Futebol Júnior é uma tradição do futebol brasileiro e uma atração de janeiro. É um celeiro de craques. O torneio voltou este ano – não houve Copinha em 2021 em função da pandemia.

O torneio deste ano já tem placares históricos e novos candidatos a craques e a artilheiros. Por falar em goleadores, como estão os goleadores das últimas dez edições da Copinha?

Galeria de Fotos

Onde estão os últimos artilheiros da Copinha

Na edição de 2020, Felipe Micael, com dez gols, foi o artilheiro pelo Mirassol. Atualmente, ele faz parte do sub-20 do Ceará.

Relacionadas

Vinicius Júnior Real Madrid
Haaland

Publicidade

Gabriel Novaes se destacou pelo São Paulo na Copinha de 2019. Ele foi o artilheiro com dez gols. O atacante passou pelo Barcelona B. No ano passado, foi contratado pelo Bragantino. Está com 22 anos.

Gabriel Novaes Copinha Gabriel Novaes está no Bragantino | Foto: Ari Ferreira / Bragantino

A edição de 2018 teve seis artilheiros, com seis gols, cada: Luís Henrique (Ferroviária), Brenner e Richard (Internacional), Miullen (Londrina), Jonas Toró (São Paulo) e Luan (Vitória).

Arsenal busca reforçar o meio de campo: mais um brasileiro na mira

Publicidade

Luís Henrique passou pelo futebol português. Em 2021, defendeu a Matonense. Está com 23 anos.

PSG mantém esperança: Mbappé está na dúvida sobre o futuro

Brenner está no futebol japonês desde 2020, no Iwate Grulla Morioka. O atacante está com 22 anos.

Publicidade

Barcelona já tem alvo para substituir Dembélé e mira atacante conhecido

Já Richard teve passagem pelo futebol português. Em 2021, defendeu a Ponte Preta. Agora, está emprestado ao CRB. O meia está com 22 anos.

Os talentos da Copinha

Miullen, de 23 anos, está no Gil Vicente, de Portugal, desde a temporada 2020/2021.

Miullen Miullen está em Portugal | Foto: Gil Vicente / Divulgação

Publicidade

No ano passado, o São Paulo emprestou Jonas Toró, de 22 anos, ao Sport e ao Atlético-GO.

Luan Silva foi emprestado pelo Vitória ao Palmeiras. Entretanto, sofreu com lesões e pouco jogou. Deve voltar para o clube baiano. O atacante está com 22 anos.

Campeão da Copinha de 2017 com o Corinthians, Carlinhos Moisés foi o artilheiro do torneio, com 11 gols. Teve poucas chances no time de cima. Aos 24 anos, está no Audax Rio.

Carlinhos Moisés Copinha Carlinhos Moisés não teve muitas chances no Timão | Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

Publicidade

Geovane Itinga foi artilheiro da Copinha de 2016, com a camisa do Bahia. Ele fez oito gols. O atacante vem sendo emprestado seguidamente. Defendeu o Jacuipense no ano passado. Está com 23 anos.

A edição de 2015 teve três artilheiros. Isaac (Botafogo-SP), Gabriel Vasconcelos (Corinthians) e Santiago (São Caetano) fizeram oito gols.

Isaac, de 26 anos, está na Portuguesa Santista desde 2020.

Publicidade

Gabriel Vasconcelos foi seguidamente emprestado pelo Corinthians. Aos 25 anos, foi para o Al Ittihad, do Bahrein.

Santiago passou pela base do Cruzeiro e do Vasco. Rodou por outros clubes. Aos 24 anos, está aposentado, segundo o site “oGol”.

Em 2014, Diego Cardoso e Stéfano Yuri, ambos do Santos, e Gustagol, do Taboão da Serra, foram artilheiros da Copinha, com nove gols.

Publicidade

Diego Cardoso teve algumas chances no time de cima do Santos em 2014. Passou a ser emprestado. Viveu um bom momento no Guarani. Aos 27 anos, está no XV de Piracicaba.

Stéfano Yuri também recebeu oportunidades no time principal do Santos até passar a ser emprestado. Ele estava no futebol da Tailândia. Está com 27 anos.

Gustagol mostrou faro de artilheiro

Do Taboão da Serra, Gustagol passou por Criciúma e outros clubes até chegar ao Corinthians, em 2016. Foi emprestado seguidamente até brilhar pelo Fortaleza, em 2018. Retornou e fez seus gols pelo Timão, em 2019. Aos 27 anos, tem balançado as redes no futebol da Coreia do Sul.

Gustagol Copinha Gustagol teve seus momentos no Corinthians | Foto: Daniel Augusto Jr / Ag. Corinthians

Publicidade

A edição de 2013 teve três artilheiros: Caio Dantas (Audax), Erik (Goiás) e Diego Ceará (Mogi Mirim). Eles marcaram oito gols.

Caio Dantas, de 28 anos, rodou pelo futebol brasileiro. Em 2020, foi artilheiro da Série B pelo Sampaio Corrêa. No ano passado, defendeu o Náutico. Ele pertence ao Água Santa.

Erik se destacou pelo Goiás e foi contratado com pompa pelo Palmeiras, em 2016. Não rendeu o esperado e passou a ser emprestado. Viveu uma boa fase no Botafogo. Aos 27 anos, o atacante está no futebol chinês.

Diego Ceará rodou pelo futebol brasileiro. Aos 28 anos, o atacante está no Barra-SC.

Em 2012, pelo Rondonópolis, Valdivia foi o artilheiro da Copinha. Ele fez oito gols. De lá, foi para o Internacional. Também defendeu Atlético-MG, São Paulo e Vasco. Aos 27 anos, é reforço do Cuiabá para 2022.

O artilheiro da Copinha de 2011 foi Dellatorre, pelo Desportivo Brasil, com sete gols. O centroavante foi para o Internacional e rodou pelo Brasil e pelo mundo (passou por Inglaterra, Portugal, Tailândia e Chipre). Dellatorre, de 29 anos, estava no CSA e será reforço do Atlético-GO neste ano.

Comentários