Publicidade

De volta à Seleção Brasileira, o atacante Richarlison aproveitou para fazer um desabafo, nesta segunda-feira. Ele cobrou respeito e não gostou nada de ouvir, quando não figurou entre os convocados, que havia ficado distante da Copa do Mundo.

– Fiquei com sentimento de tristeza, porque fiquei fora por causa de uma lesão que foi séria. E muitos repórteres e comentaristas já me viam fora da Copa do Mundo. E eu estava tranquilo porque sei do meu talento, do meu potencial. Querendo ou não, já tenho um histórico aqui com a camisa da Seleção. Acho que devia também ter um pouquinho de respeito. A gente trabalha duro, trabalha sério. Eu estava totalmente tranquilo – declarou o atacante, em coletiva.

Richarlison Seleção Brasileira Richarlison dá recado na Seleção Brasileira | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Richarlison reconhece que a concorrência no ataque da Seleção Brasileira aumentou. Nomes como Vinicius Júnior, Raphinha e Antony vêm ganhando cada vez mais espaço. Contudo, o jogador do Everton faz questão de marcar território.

Relacionadas

Tite
Tite

Publicidade

– A gente está falando de Seleção Brasileira, então todo dia surge um atacante novo aí. A minha posição está com a disputa bem grande. Estou na Seleção não é porque eu fico de gracinha ou porque brinco com meus companheiros, mas porque jogo meu futebol no Everton. Quando venho aqui, dou minha vida, faço meus gols. Visto essa camisa com alegria e venho para cá fazer o meu trabalho da melhor maneira – acrescentou.

Richarlison na briga pela camisa 9 da Seleção Brasileira

Na atual lista, Richarlison é o único que pode jogar como centroavante. A posição ainda está em aberto na Seleção Brasileira.

Vexame em clássico faz Real Madrid ter certeza de buscar Haaland

Publicidade

– Eu venho jogando de centroavante no Everton, a temporada toda joguei de centroavante. É esperar o que o professor (Tite) tem a falar para mim, não sei se vou jogar na beirada ou de centroavante. O importante é estar jogando, entre os 11. Independentemente da posição que o professor me colocar vou fazer o meu melhor, meus gols, que é importante com a camisa da Seleção. Vou estar focado independentemente da posição em que o professor me colocar para jogar – afirmou.

Zagueiro do Barcelona, Eric García ironiza Vinicius Júnior: ‘Bola de Ouro’

Já classificado para a Copa do Mundo, o Brasil cumpre tabela nas Eliminatórias. A Seleção enfrenta o Chile, quinta-feira, no Maracanã, e depois a Bolívia, em La Paz, no dia 29.

Comentários