Publicidade

A briga por Erling Haaland no mercado da bola tem data para começar: 1º de setembro. Segundo o jornal “Marca”, da Espanha, é a partir desde dia que uma cláusula no contrato do centroavante com Borussia Dortmund entra em vigor. O dispositivo facilita a saída de Haaland do clube em 2022.

Haaland e Dortmund costuraram um acordo para que a multa rescisória do craque fosse mais em conta para um adeus a partir de 2022. Este valor, segundo a imprensa europeia, é de 75 milhões de euros (R$ 475 milhões). Uma pechincha em relação ao talento do craque e das cifras praticadas no futebol.

Haaland Borussia Dortmund Haaland vai ficar mais acessível | Foto: Imago Images

O Dortmund, em 2020, pagou 20 milhões de euros (R$ 126,6 milhões, na cotação atual) por Haaland, que defendia o Salzburg, da Áustria. Houve, então, um acordo para que o centroavante jogasse pelo menos duas temporadas pelo clube e que depois poderia se valer desta cláusula que facilita a saída. A situação tem tudo para acontecer no ano que vem.

Relacionadas

Mbappé PSG
Lewandowski Bayern de Munique
Philippe Coutinho Barcelona

Publicidade

O faro de gols de Haaland, de 21 anos, impressiona. O centroavante simplesmente apareceu no radar de Barcelona, Real Madrid, Manchester City, Manchester United e Chelsea. Entretanto, o Dortmund conseguiu resistir. O clube alemão bateu o pé e declarou que não venderia o craque nesta janela.

Mourinho ganha time de mais de 250 milhões de euros e terá pressão na Roma

Como vendeu Jadon Sancho ao Manchester United, o Dortmund pôde fechar a porta de saída para Haaland, mas o assédio tem nova data para começar: 1º de setembro.

Comentários