Publicidade

Erik ten Hag vai ter a missão de levar o Manchester United, novamente, aos dias de glórias. É mais uma tentativa do clube desde a saída da lenda Sir Alex Ferguson, na temporada 2012/2013.

Por sinal, desde então, o Manchester United não conquista a Premier League. Erik ten Hag vai tirar o tradicional clube inglês da fila? Tem um trabalho de reconstrução pela frente.

Galeria de Fotos

Ferguson marcou época no Manchester United. Foram 27 anos à frente do clube. O impacto da aposentadoria era esperado. Contudo, a seca de títulos de expressão, não.

Relacionadas

Neymar PSG
Haller Benfica Ajax

Publicidade

Erik ten Hag será o sexto técnico, contando com o interino Ralf Rangnick, desde a saída de Alex Ferguson. Ele chega credenciado por um bom trabalho à frente do Ajax.

Erik ten Hag Manchester United Erik ten Hag será o próximo técnico do Manchester United | Foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP via Getty Images

O Manchester United após a era Alex Ferguson

Com aval de Alex Ferguson, David Moyes foi o escolhido para substituir o histórico técnico do Manchester United. Ele não durou uma temporada. Em abril de 2014, foi demitido. O United ocupava a 7ª colocação da Premier League.

David Moyes Manchester United David Moyes substituiu Ferguson | Foto: Jamie McDonald/Getty Images

Ídolo do Manchester United, Ryan Giggs terminou a temporada à frente do time.

Publicidade

Uefa planeja novo formato e ‘semana especial’ para a Champions League

O Manchester United, então, contratou o holandês Louis van Gaal para a temporada 2014/2015. Ele chegou referendado por trabalhos à frente do Ajax, Barcelona, seleção da Holanda e Bayern de Munique.

Mourinho pode atacar o United em busca de reforços para a Roma

Publicidade

Na primeira temporada de van Gaal, o Manchester United tirou Di María do Real Madrid e também contratou nomes como Ander Herrera, Falcao García, entre outros. O United terminou a Premier League na quarta colocação.

Inter de Milão marca de perto e prepara oferta por Dybala

Martial, Memphis Depay e Schweinsteiger foram os principais reforços da segunda temporada de van Gaal à frente do Manchester United. O clube inglês caiu na fase de grupos da Champions League.

van Gaal Manchester United Louis van Gaal ficou duas temporadas no Manchester United | Foto: Richard Heathcote/Getty Images

Publicidade

Louis van Gaal levou ao United a um título, o da Copa da Inglaterra. Contudo, foi demitido dias depois. A quinta colocação na Premier League pesou.

A era Mourinho no Manchester United

O sucessor de van Gaal foi o badalado José Mourinho. A expectativa era de voltar aos dias de glórias, com um técnico multicampeão, inclusive na Inglaterra.

Ídolo do Manchester United critica Pogba: ‘Comete os mesmos erros’

Publicidade

O Manchester United não economizou para a primeira temporada de Mourinho. O clube inglês buscou Pogba na Juventus por 105 milhões de euros, além de Mkhitaryan, Eric Bailly e Ibrahimovic.

Barcelona tem ‘alvo surpresa’ e pode tirar mais um jogador do Milan

Mourinho faturou três títulos na temporada 2016/2017. O Manchester United conquistou a Supercopa da Inglaterra, a Copa da Liga Inglesa e o troféu de mais peso internacional desde a saída de Ferguson: a Liga Europa.

Publicidade

Lewandowski deseja sair: reunião importante com o Bayern de Munique

Entretanto, a campanha do United na Premier League não foi das melhores: sexta colocação.

Mourinho Manchester United Mourinho não funcionou como se esperava | Foto: Jan Kruger/Getty Images

Mourinho recebeu mais reforços de peso para a temporada seguinte. Lukaku, Matic e Alexis Sánchez foram contratados. O United passou em branco em 2017/2018.

Publicidade

Newcastle vai voltar à carga por zagueiro brasileiro

Além de perder a Supercopa da Europa para o Real Madrid, o Manchester United caiu para o Chelsea na final da Copa da Inglaterra e foi vice-campeão na Premier League. O rival Manchester City, de Guardiola, sobrou e terminou o torneio 19 pontos à frente.

Arsenal tem vantagem na disputa por atacante do Everton

Publicidade

Mourinho começou a temporada 2018/2019, mas foi demitido em dezembro de 2018. Assim, foi mais uma frustração desde a saída de Alex Ferguson.

Solskjaer teve tempo, mas…

O Manchester United buscou Ole Gunnar Solskjaer, ex-atacante do clube, para o lugar de Mourinho. A princípio, Solskjaer ficaria até o fim da temporada. Contudo, devido ao bom começo, foi efetivado e assinou contrato por três anos.

Solskjaer Solskjaer caiu em novembro | Foto: Charlie Crowhurst/Getty Images

Na temporada 2018/2019, o Manchester United ficou em sexto na Premier League, além de ter caído nas quartas de final da Champions League.

Juventus se movimenta e dá mais um passo em busca de Jorginho

O Manchester United novamente foi protagonista no mercado da bola na temporada 2019/2020. O clube transformou Harry Maguire no zagueiro mais caro da história. Além disso, contratou Aaron Wan-Bissaka e Bruno Fernandes, em janeiro.

Limpa no elenco: PSG já tem cinco nomes para a barca

O United caiu na semifinal da Liga Europa, da Copa da Inglaterra e da Copa da Liga Inglesa. E ficou em terceiro na Premier League.

Aston Villa vive dilema sobre Coutinho

Solskjaer emplacou mais uma temporada à frente do United. Contudo, de cara, uma grande decepção. O clube inglês foi eliminado na fase de grupos da Champions League.

Milan vai investir pesado para tirar Mahrez do City

O Manchester United, então, foi para a Liga Europa. Chegou à final, mas foi vice para o Villarreal. E também ficou no segundo lugar na Premier League.

Temporada frustrante

Embora sofresse com algumas críticas, Solskjaer começou a atual temporada. O United se reforçou com Cristiano Ronaldo, Jadon Sancho e Varane. Contudo, o time não conseguiu emplacar.

Os questionamentos a Solskjaer aumentaram. O United levou 5 a 0 do Liverpool no Old Trafford. A pressão aumentou. O técnico não resistiu à goleada imposta pelo Watford, fora de casa, e foi demitido em novembro.

O Manchester United, então, resolveu apostar em um “mandato tampão”. O clube inglês contratou Ralf Rangnick para dirigir o time até o fim da temporada. A trajetória foi atribulada. A temporada decepcionante deve ser “coroada” com o time fora da próxima edição da Champions League.

Comentários