Publicidade

Entretanto, será que ele não está apenas dizendo a verdade? Mauricio Pochettino afirmou que Lionel Messi, Kylian Mbappe e Neymar exigem um tratamento “diferente” em comparação com seus companheiros do Paris Saint-Germain. O técnico argentino confessou que é menos provável substituir alguém do trio de estrelas. Pochettino argumentou que eles “podem ser decisivos a qualquer momento”, mesmo quando não estão no auge de sua força.

Messi, Neymar e Mbappé Messi, Neymar e Mbappé ainda não se acertaram, mas vai mexer com um deles, Pochettino? | Foto: Matthias Hangst/Getty Images

No entanto, a questão que se coloca na mesa – e que já foi levantada até por Thomas Tuchel, ex-técnico do PSG, hoje no Chelsea – é que os três têm, na verdade, regalias. Tuchel disse inclusive que tinha que administrar familiares e amigos desses jogadores, sobretudo Neymar. Não era fácil para ele, comandar as vaidades do time já naquela época, imagine agora para Pochettino, que ainda teve a chegada de Messi!

Relacionadas

Ibrahimovic Milan
Mazraoui Ajax
Solskjaer Manchester United

O atual técnico do PSG, no entanto, se considera abençoado com o que é indiscutivelmente o ataque mais temível da Europa. Com Messi chegando em uma transferência gratuita de Barcelona no último verão europeu para unir forças com o ex-companheiro de equipe Neymar e o talento em ascensão Mbappe. Assim, os gigantes do campeonato francês são um dos favoritos à conquista da Champions League nesta temporada, em grande parte graças ao seu imenso poder de fogo. Pelo menos na teoria.

Leia também

Publicidade

Xavi é dono de uma impressionante sequência de vitórias como técnico

Pochettino não convence: PSG sonha com técnico galáctico

PSG entra em ação por jovem craque cobiçado no mercado da bola

Publicidade

Sergio Ramos vê luz no fim do túnel e está perto de encerrar drama no PSG

Essa questão vem à tona porque Pochettino ainda está em busca do melhor sistema para tirar o melhor proveito desse elenco. Sobretudo de Messi, Neymar e Mbappe. Mas ele explicou por que está relutante em tirá-los durante as partidas.

Messi e Pochettino PSG O olhar de Messi para Pochettino: desconforto evidente | Foto: Imago Images

“Eles são os melhores do mundo. Por que tirá-los de campo? Mesmo que não joguem como se espera, com o seu talento podem ser decisivos a qualquer momento. Por isso o clube fez o esforço financeiro para os contratar. “Não se pode avaliar este tipo de futebolista da mesma forma que os outros, porque são diferentes”, disse Pochettino ao L’Equipe

Publicidade

“You cannot evaluate this type of footballer the same as others, because they are different.”

Mbappe, 22, has set the standards for his fellow attackers this season with seven goals and 11 assists in 16 appearances in all competitions.

Comentários