Publicidade

A Seleção Brasileira vem sobrando nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. O time de Tite, inclusive, estabeleceu um recorde. É a maior pontuação do Brasil neste formato de disputa, por pontos corridos, com duelos em casa e fora, adotado para o Mundial de 1998.

Com a goleada sobre o Chile, no Maracanã, por 4 a 0, o Brasil alcançou 42 pontos. Assim, superou os 41 pontos da campanha rumo à Copa da Rússia, em 2018, em que arrancou justamente sob o comando de Tite.

Galeria de Fotos

O Brasil ainda tem mais dois jogos para ampliar o recorde e, claro, fechar as Eliminatórias com chave de ouro e ganhar moral rumo ao Catar – a Copa do Mundo começará em novembro.

Relacionadas

Jorge Jesus Benfica x Arsenal Liga Europa
Vinicius Júnior Neymar Seleção Brasileira

Publicidade

A Seleção Brasileira, nesta terça-feira, visita a Bolívia, em La Paz. E ainda tem o clássico com a Argentina, aquele que foi suspenso após entrada de funcionários a Anvisa em campo. A Fifa ainda não divulgou a nova data do duelo.

Vinicius Júnior Neymar Seleção Brasileira Vinicius Júnior fez o segundo gol do Brasil sobre o Chile | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Tite ainda pode buscar mais uma marca significativa: fechar as Eliminatórias sem perder. Seria algo inédito para o Brasil neste formato.

A Seleção Brasileira neste formato das Eliminatórias

Campeão mundial em 1994, o Brasil não precisou disputar as Eliminatórias para a Copa de 1998. Como foi sede em 2014, a Seleção também “folgou” na classificação para o torneio realizado no País.

Publicidade

Festa no Maracanã e memes nas redes sociais: a vitória da Seleção Brasileira

Em 2002, em Eliminatórias com altos e baixos e trocas de técnicos, o Brasil garantiu vaga no Mundial com a terceira colocação, com 30 pontos (nove vitórias, três empates e seis derrotas).

Felipão Seleção Brasileira Felipão quando assumiu a Seleção pela primeira vez | Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images

MQJ Memória: o sufoco do Brasil nas Eliminatórias para Copa de 2002

Publicidade

Nas Eliminatórias para o Mundial de 2006, sob o comando de Carlos Alberto Parreira, o Brasil fez 34 pontos (nove vitórias, sete empates e duas derrotas).

Haaland rejeita bolada do City e aguarda o Real Madrid

Com Dunga, a campanha brasileira nas Eliminatórias para 2010 foi igual à anterior: 34 pontos, com nove vitórias, sete empates e duas derrotas.

Publicidade

Barcelona faz contas e define valor a investir por Lewandowski

Para a última Copa, na Rússia, o Brasil começou as Eliminatórias com Dunga. Ele deu lugar a Tite. A Seleção entrou nos trilhos e atropelou. Fechou a campanha com 41 pontos (12 vitórias, cinco empates e uma derrota).

Comentários