Publicidade

Leonardo ficou à frente do futebol do badalado PSG por três anos. O clube francês optou pela saída do brasileiro, como parte do processo de reformulação após a frustração na última Champions League.

O dirigente brasileiro fez um balanço de sua trajetória no cargo e coloca a contratação de Messi como um dos pontos altos deste período.

Leonardo Messi PSG Leonardo exalta contratação de Messi | Foto: FRANCK FIFE/AFP via Getty Images

– A contratação de Messi foi algo inesperado. Penso nisso e digo que participei da única transferência de Messi em sua carreira. Há Pelé, Maradona e ele. Então quando faço um balanço do meu tempo aqui, conto a final da Champions League, os títulos do Campeonato Francês, da Copa da França… e a sua contratação – declarou Leonardo, ao “L’Équipe”.

Relacionadas

Gabriel Magalhães Arsenal
Lewandowski

Publicidade

O brasileiro apontou a expectativa depositada no PSG, após as contratações realizadas para a temporada 2021/2022.

– Quando três jovens talentos chegam como Hakimi, Nuno Mendes e Donnarumma, além de Sergio Ramos, Wijnaldum e Messi, todos pensaram: ‘O que é isso?’ Então você perde para o Real Madrid nas oitavas de final e ‘Que m…, é a gestão esportiva, é o time…’ – afirmou Leonardo.

Real Madrid deixa porta aberta para Mbappé no futuro

Publicidade

O dirigente brasileiro viu a imprensa francesa apontar que a saída dele foi em função de uma exigência de Kylian Mbappé para renovar. Leonardo desconversa.

Fair-play financeiro: Uefa solicita informações ao PSG

– Não, eles não me disseram isso (que a saída foi uma exigência de Mbappé). Mas não quero entrar nestes detalhes. E o fato de terem mantido um jogador deste nível, francês e parisiense, é importante para o PSG e a Ligue 1 – disse Leonardo.

Comentários