Publicidade

A segunda rodada da fase de grupos reserva o duelo entre PSG e Manchester City, um dos mais aguardados desta Champions League. E não é para menos. Afinal, são duas equipes badaladas e que vêm sendo protagonistas.

O Manchester City foi vice da temporada 2020/2021 – perdeu para o Chelsea -, enquanto o PSG bateu na trave na decisão com o Bayern de Munique, em 2019/2020. Além disso, Paris Saint-Germain e City se encontraram na semifinal da edição passada. O clube inglês venceu os dois jogos.

Galeria de Fotos

O City e o PSG também foram protagonistas do assunto Messi ao longo da última temporada. Eles eram apontados como principais candidatos a tirar o argentino do Barcelona. Depois de muita novela, o astro foi para Paris.

Relacionadas

Grealish Manchester City Champions League
Cristiano Ronaldo Manchester United
Cristiano Ronaldo Manchester United Champions League

Publicidade

Por falar em Messi, a presença dele no jogo ainda é incerta, devido a uma lesão no joelho esquerdo. Pode perder um reencontro com Pep Guardiola, técnico com quem trabalhou no Barcelona.

Messi e Guardiola Messi e Guardiola fizeram história juntos | Foto: Imago Images

Mauricio Pochettino vai esperar por Messi, evidentemente. O trio com Neymar e Mbappé é a principal atração desta temporada no futebol mundial. O argentino vai influenciar a estratégia francesa. Caso fique à disposição, o PSG pode apostar em uma formação bem ofensiva, com Di María abastecendo o tridente.

PSG x Manchester City promete!

Caso Messi não possa jogar, Pochettino tem a opção de lançar Icardi. O centroavante pode ser a presença de área para incomodar a defesa do City. Ou, então, reforçar o meio de campo. O PSG ainda busca o equilíbrio. Uma forma de não ficar tão vulnerável.

Publicidade

MAIS! Donnarumma está insatisfeito no PSG: Juventus cresce os olhos

Outra possibilidade de Pochettino é lançar o time com três zagueiros, até para explorar o potencial ofensivo de Achraf Hakimi, e buscar ser mais seguro defensivamente.

Achraf Hakimi PSG Achraf Hakimi é uma das armas do City | Foto: Imago Images

Há também a expectativa pela proposta do PSG. Vai recuar e buscar o contra-ataque? Ou vai partir para cima do City?

Publicidade

LEIA MAIS! Neymar, Messi e Marquinhos… PSG teria panela no elenco

E o PSG entra em campo mais pressionado. É que o clube francês empatou na estreia, contra o Brugge. Sendo assim, um tropeço pode aumentar a temperatura e transformar o City em favorito para ser líder do grupo.

City vai tentar controlar o jogo

Já o Manchester City fez o dever de casa contra o Leipzig, principal candidato do grupo a surpreender os favoritos. O técnico Pep Guardiola lida com alguns problemas de lesão (Gundogan, Rodri, Laporte, Jonh Stones e Zinchenko foram baixas nos últimos dias).

Publicidade

Vantagem! Real Madrid acredita que vai ter prioridade por Haaland

A estratégia de Guardiola costuma ser inegociável. O City vai querer a posse de bola para atacar o PSG. Sendo assim, a marcação lá em cima deve ser uma arma, até para sufocar o rival e impedir que os craques tenham vida fácil.

Grealish Manchester City Champions League Grealish é reforço de peso do City | Foto: Uefa

O potencial ofensivo do City também impressiona. De Bruyne, Grealish, Gabriel Jesus, Mahrez, Sterling, Phil Foden, Ferrán Torres… opções que Guardiola utiliza de acordo com o que pretende e em função do adversário. O clube inglês soma 23 gols em oito jogos nesta temporada.

Publicidade

Barcelona faz primeiros contatos por técnico favorito do presidente para o lugar de Koeman

Por falar nas peças de Guardiola, De Bruyne vai “aquecendo as baterias”. Ele é o principal nome do Manchester City e precisou de cuidados neste começo de temporada. Aos poucos, retoma a condição física para brilhar e liderar o time.

Se vai atacar o clube francês, Guardiola vai precisar se cuidar com os espaços oferecidos, ainda mais para as feras de Pochettino.

Publicidade

As armas estão na mesa. Vem aí, nesta terça-feira, às 16h (de Brasília), um jogão pela Champions League.

Comentários