Publicidade

A Fifa está decidida em reduzir o intervalo da Copa do Mundo para dois anos. O projeto ainda está em fase de consulta, mas deve ser uma realidade em breve, embora conviva com críticas e resistência. Presidente da entidade, Gianni Infantino defendeu a ideia.

– O Super Bowl é realizado todo ano. Por que não ter uma Copa do Mundo a cada dois anos? – indagou Infantino, fazendo referência à final da NFL, um dos principais eventos esportivos do mundo, da liga de futebol americano.

Copa do Mundo Gianni Infantino defende ideia da Fifa (Foto: Divulgação Fifa)

O projeto da Fifa é liderado por Arsène Wenger, ex-técnico do Arsenal e atual Diretor de Desenvolvimento de Futebol da entidade. A ideia é diminuir as datas das Eliminatórias e emplacar Copa do Mundo a cada dois anos.

Relacionadas

Neymar PSG
Haaland Borussia Dortmund

Publicidade

– Muitos críticos dizem que será prejudicial, mas os estudos da Fifa asseguram que não vai diminuir a magia do torneio, porque a frequência não vai afetar a sua reputação e qualidade. Já está decidido que teremos uma Copa do Mundo com 48 seleções a partir de 2026. Se irá se realizar a cada dois ou a cada quatro anos, ainda está em fase de consulta. Justamente por ser um torneio mágico, tem de ser celebrado com mais frequência – completou o presidente da Fifa.

MAIS! Simeone tentou cartada para levar Messi para o Atlético de Madrid

– A reputação de um torneio depende de sua qualidade, não da frequência. Cada ano há Super Bowl, Wimbledon e Champions League e todos ficam esperando – acrescentou.

Publicidade

MAIS! Novo rico, Newcastle estuda oito nomes para o cargo de técnico

A ideia da Fifa, entretanto, encontra resistência. A Uefa, entidade europeia, já declarou que é contra o projeto. Inclusive, deixou no ar a possibilidade de um possível boicote e indicou que a Conmebol pensa do mesmo jeito.

Comentários