Publicidade

O que parecia impossível aconteceu. O Chelsea inverteu a vantagem do Real Madrid com uma atuação de gala em pleno Estádio Santiago Bernabéu, em Madri, venceu por 3 a 1 no tempo normal e forçou a prorrogação. Os ingleses tinham perdido em casa por esse placar. Mas no tempo extra a camisa merengue pesou e o Real Madrid fez um gol com Benzema, garantindo a vaga.

Rodrygo recolocou Real Madrid no jogo (Foto: Uefa)

O Real Madrid nunca tinha perdido para um time inglês por mais de um gol de diferença em casa na história da Champions League. Isso por si só já transformava o duelo em uma tarefa ingrata para o Chelsea. Mas os ingleses não tomaram conhecimento da história e exigiram demais dos merengues. No fim, a derrota por 3 a 2 foi suficiente para o Real Madrid avançar.

O Real Madrid agora espera o vencedor do duelo entre Atlético de Madrid e Manchester City para conhecer seu rival nas semifinais. Os dois jogam nesta quarta na Espanha. Na ida os ingleses ganharam por 1 a 0.

Chelsea pressionou desde o começo

Mount chuta para abrir o placar para o Chelsea (Foto: Uefa)

Publicidade

Desde os primeiros minutos o Chelsea mostrou que não venderia uma eliminação de forma barata. De maneira merecida os ingleses abriram o placar aos 14 minutos. Werner tirou a marcação espanhola com um desvio e a bola sobrou para o chute certeiro de Mount.

O Real Madrid até que acordou. Mas não conseguia fazer a dupla Vinicius Júnior e Benzema funcionar. Mesmo com Casemiro, Kroos e Modric em um bom dia, a bola não chegava no ataque. O Chelsea era eficiente na marcação e partia em bloco para o ataque.

Chelsea marcou cedo no segundo tempo

Rüdiger, sobe mais alto para estufar a rede do Real Madrid (Foto: Uefa)

Na volta para o segundo tempo o Real Madrid ainda tentava se organizar quando o Chelsea ampliou aos cinco minutos. Após cobrança de escanteio Rüdiger, completamente livre de marcação, cabeceou para o fundo da rede.

Publicidade

Aos 16 minutos o Chelsea mostrou que não estava disposto a apenas incomodar e marcou o terceiro. Alonso recebeu dentro da área em contra-ataque, se livrou da marcação da zaga e chutou sem chances para Courtois. Mas o gol foi anulado porque a bola baeu na mão do atacante do time inglês.

Relacionadas

Mbappé Real Madrid PSG Champions League
Gabriel Magalhães Arsenal
Fernandinho Manchester City

Apesar do gol anulado o Chelsea seguiu perigoso e aos 30 minutos finalmente chegou ao terceiro. Werner recebeu na área, se livrou de dois marcadores e chutou para marcar um golaço.

O Real Madrid acordou e descontou aos 35 minutos. Modric lançou e Rodrygo, que tinha entrado pouco antes, chutou de primeira para marcar o primeiro gol merengue. Era a certeza da prorrogação.

Benzema deu o ar da graça

Benzema cabeceia para vencer o goleiro do Chelsea (Foto: Uefa)

Publicidade

Logo aos cinco minutos da prorrogação o Real Madrid fez seu gol. Vinicius Júnior cruzou da esquerda e Benzema mandou a bola para o fundo da rede.

A partir daí o que se viu foi um Chelsea, que sentiu o golpe, desesperado em busca do gol. Já o Real Madrid não aproveitava o espaço que tinha.  Mas mesmo assim os merengues se classificaram.

Villarreal elimina Bayern na Alemanha

Lewandowski sofreu com a marcação espanhola (Foto: Uefa)

A zebra passeou no Allianz Arena, em Munique. O Villarreal conseguiu empate por 1 a 1 com o Bayern de Munique e se classificou para as semifinais. Os espanhóis ganharam na ida por 1 a 0.

Publicidade

Apesar de ter pressionado muito no primeiro tempo, o Bayern de Munique só abriu o placar no segundo tempo. Em um erro de saída de bola do Villarreal, Müller roubou a bola e acionou Lewandowski. O polonês arriscou o chute da entrada da área e a bola bateu na trave antes de entrar.

Bayern de Müller teve problemas com o Villarreal (Foto: Uefa)

Quando tudo indicava a prorrogação o Villarreal fez o gol da classificação aos 42 minutos. Em contra-ataque perfeito, Moreno cruzou para Chukwueze concluir para o fundo da rede.

Na próxima fase o Villarreal vai enfrentar o vencedor do duelo entre Liverpool e Benfica, que jogam nesta quarta-feira na Inglaterra. Os ingleses venceram na ida por 3 a 1.

Comentários