Publicidade

A Qatar Sports Investment (QSi), dona do PSG, estaria disposta a vender o clube depois da Copa do Mundo de 2022. A imprensa espanhola divulgou a informação, que ganhou grande repercussão na França. Isso porque o clube parisiense investiu pesado nos últimos anos e mointou um time de estrelas, com direito ao francês Mbappé, o brasileiro Neymar e o argentino Lionel Messi, fora outros menos votados.

Nasser Al-Khelaifi PSG Nasser Al-Khelaifi pode vender o PSG | Foto: Sebastien Muylaert/Getty Images

Segundo as publicações dos dois países, os donos do PSG estariam dispostos a recuperar o dinheiro de todo o investimento feito no clube o vendendo. Assim outros clubes podem tirar sem problemas alguns destaques do PSG nas próximas janelas.

Relacionadas

Vinicius Júnior Seleção Brasileira
Cristiano Ronaldo Manchester United
Lewandowski

A possível venda do PSG traz a preocupação de que, sem um dos bilionários no mercado, o futebol inglês passe a ditar o ritmo financeiro no mercado da bola. Hoje clubes como Manchester City e Liverpool já apresentam mais poder de compra que os demais. Algo que vinha acontecendo com o Chelsea antes da Guerra da Rússia contra a Ucrânia. Mas os Azúis vivem outro momento agora.

Publicidade

Recentemente o tradicional relatório Football Money League, da consultoria Deloitte, apontou que 11 dos 20 clubes mais ricos do mundo disputam a Premier League, que conta com clubes chamados novos ricos, como o Newcastle. Além dos ingleses o Top 10 conta com o PSG, o Bayern de Munique da Alemanha e os espanhóis Barcelona e Real Madrid.

Comentários