Publicidade

O sonho se tornou realidade. Renato Gaúcho, que não escondia o desejo de treinar o Flamengo, iniciou a trajetória à frente do clube. Agora, ele se junta a uma lista pesada: a de jogadores que vestiram o manto e depois se tornaram técnicos do Flamengo.

Por sinal, a maioria das principais glórias do Flamengo teve no banco de reservas um ex-jogador do clube. Dos oito títulos brasileiros conquistados pelo Fla, em cinco deles o técnico defendeu o clube como atleta. O mesmo vale para a Copa do Brasil, com duas das três taças tendo um comandante com passado de jogador do time.

Renato Gaúcho Flamengo Renato Gaúcho estreou com vitória | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

A conquista do mundo e da Libertadores de 1981 teve como comandante Carpegiani, então recém-aposentado como jogador do Flamengo. A galeria dos maiores técnicos do Rubro-Negro tem nomes com histórico de jogador pelo clube.

Relacionadas

Publicidade

Há também exemplos de ex-jogadores do Flamengo que não repetiram o mesmo sucesso quando foram para a beira do campo. O principal exemplo é de Júnior, lenda do clube como atleta. Renato Gaúcho vai para qual bloco?

Mais um! Flamengo negocia jogador com o futebol europeu

O técnico com mais jogos pelo Flamengo

Considerado um dos maiores técnicos da história do Flamengo, Flávio Costa foi campeão carioca pelo clube na época de jogador e se tornou lenda como técnico. Ele é o treinador com mais jogos pelo clube (788 partidas) e títulos (12).

Publicidade

Outro técnico com status de lenda do Flamengo é Carlinhos, conhecido como Violino na época em que jogava. Ele comandou o Fla em seis ocasiões, sendo a última delas em 2000. Carlinhos foi bicampeão brasileiro (1987 e 1992), campeão da Mercosul de 1999 e tricampeão carioca (1991, 1999 e 2000).

Carlinhos Violino ganhou busto na Gávea (Foto: Flamengo/Divulgação)

Carpegiani se aposentou pelo Flamengo e foi alçado ao posto de técnico. Foi o comandante da geração de ouro – jogou com a maioria das feras. Foi campeão da Libertadores, do mundo e brasileiro pelo clube carioca. Teve outras duas passagens, em 2000 e 2018.

MAIS! Já? Renato Gaúcho pode poupar titulares no Brasileiro

Publicidade

Capitão do tricampeonato mundial da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Torres teve uma rápida passagem como jogador do Flamengo, em 1977. Como técnico, dirigiu o Rubro-Negro em duas ocasiões, com destaque para 1983, sendo campeão brasileiro.

Andrade leva o Flamengo ao hexa

Integrante da geração de ouro de Zico & Cia., Andrade foi auxiliar do Flamengo por anos, até que em 2009 deixou o posto de interino para levar o time ao hexacampeonato brasileiro.

MAIS! Flamengo vê destaque da base chamar atenção de clube brasileiro

Publicidade

Zagallo dirigiu o Flamengo em algumas situações – a última delas foi a mais marcante. Em 2001, o Velho Lobo viu Petkovic marcar aos 43 minutos do segundo tempo para sacramentar o título carioca. Zagallo também conquistou a Copa dos Campeões daquele ano.

Ex-lateral-esquerdo do Flamengo, Luxemburgo foi figura carimbada no banco rubro-negro. Em 2011, com Ronaldinho Gaúcho, foi campeão carioca de forma invicta. A última passagem de Luxa à frente do Fla terminou em 2015.

Luxemburgo na última passagem pelo Flamengo | Foto: Divulgação

Técnico campeão da primeira Copa do Brasil pelo Fla, em 1990, Jair Pereira também foi jogador do clube, na década de 1960. Por falar em Copa do Brasil. A conquista de 2013 também teve um ex-jogador rubro-negro: Jayme de Almeida. Ele também faturou o Carioca de 2014.

Galeria de Fotos

Eles não brilharam à frente do Fla

Publicidade

Ídolo do Flamengo como jogador – foi um atacante e tanto -, Evaristo de Macedo teve três passagens como técnico do clube, sem título.

Atleta com mais jogos da história do Flamengo e ídolo eterno, Júnior teve uma breve experiência como técnico do clube, em 1993. Não ficou muito tempo.

Campeão brasileiro como jogador, em 1987, Jorginho comandou o Fla em 2013. Não conseguiu emplacar e rapidamente deixou o clube. O ex-zagueiro Edinho também defendeu o Rubro-Negro em 87. Como técnico, na década 90, não teve sucesso pelo clube.

Edinho na época de jogador do Flamengo (Reprodução Youtube)

Publicidade

Revelado pelo Flamengo e campeão brasileiro de 1992, o ex-zagueiro Rogério Lourenço assumiu o time em 2010, no lugar de Andrade. Eliminou o Corinthians nas oitavas de final da Libertadores, mas caiu na sequência para Universidad de Chile.

Comentários