Publicidade

O Flamengo deve ter o apoio da torcida na Libertadores. A Conmebol liberou a presença de público na competição e o clube carioca se movimentou para levar o duelo contra o Defensa Y Justicia, na quarta-feira, para Brasília.

A diretoria rubro-negra buscou a liberação da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, mas ao mesmo tempo buscou a medida em Brasília. O governo da capital federal foi mais rápido e o confronto diante do Defensa y Justicia será com torcida, no Mané Garrincha.

Flamengo Libertadores Flamengo vai mandar jogo, com público, no Mané Garrincha (Foto: Reprodução)

Outro fator relevante é a diferença nos números permitidos. No Maracanã, o pleito é para a adoção do mesmo modelo da Copa América de 2021. A final entre Brasil e Argentina contou com cerca de 6 mil pessoas, ou 10% da capacidade do estádio.

Relacionadas

Publicidade

No Mané Garrincha, será permitida a presença de 15 mil torcedores, ou seja, cerca de 25% da capacidade. Além disso, somente pessoas que apresentem teste PCR negativo poderão entrar no estádio.

MAIS! Sacudida no elenco! Renato quer recuperar os encostados

O Flamengo também precisou da anuência do Defensa y Justicia, que teria aceitado uma compensação financeira. No jogo de ida das oitavas, em Buenos Aires, o Flamengo venceu por 1 a 0 sem a presença de público.

Publicidade

MAIS! Renato Gaúcho: ‘Não adianta praticar futebol bonito e perder a partida’

No desembarque da delegação rubro-negra nesta quinta-feira, no Rio, o presidente Rodolfo Landim confirmou as tratativas avançadas para a realização da partida no Mané Garrincha.

– Brasília, mas temos que acertar ainda o processo de como seria a venda de ingressos. Precisamos conversar primeiro com o pessoal aqui – afirmou o mandatário.

Comentários