Publicidade

Carlo Ancelotti conhece a Champions League como poucos técnicos. O comandante italiano já faturou o torneio três vezes e está novamente na final com o Real Madrid – vai enfrentar o Liverpool, no dia 28. O MQJ Memória relembra a conquista de Ancelotti pelo Real. E que conquista.

Na primeira passagem à frente do Real Madrid, Carlo Ancelotti tirou o time da seca na Champions League. Eram 11 anos sem conquistar o torneio. E o técnico italiano conseguiu logo no 1º ano na Espanha, na temporada 2013/2014.

Galeria de Fotos

Ancelotti chegou ao Real Madrid, em 2013, já considerado um dos melhores do mundo. Após uma passagem vitoriosa pelo Milan, com dois títulos de Champions League, entre outros, ele treinou o Chelsea (ganhou a Premier League) e o PSG (foi campeão francês).

Relacionadas

Guardiola
Carlo Ancelotti Real Madrid

Publicidade

O técnico italiano encontrou no Real Madrid um elenco de respeito. Casillas, Marcelo, Sergio Ramos, Varane, Xabi Alonso, Khedira, Modric, Di María, Benzema e Cristiano Ronaldo. Ancelotti ainda recebeu reforços como Gareth Bale e Isco.

MQJ Memória: o histórico título de Ancelotti com o Real

O Real Madrid sobrou na fase de grupos da Champions League. O clube merengue avançou em primeiro lugar, com 16 pontos – cinco vitórias e um empate. Foram 20 gols marcados e apenas cinco sofridos.

Ancelotti 2014 MQJ Memória Ancelotti fez história com o Real Madrid | Foto: MIGUEL RIOPA/AFP via Getty Images

De cara, o Real Madrid fez 6 a 1 sobre o Galatasaray, na Turquia, com hat-trick de Cristiano Ronaldo. Depois, 4 a 0 sobre o Copenhague. A Juventus também não resistiu: vitória merengue por 2 a 1.

Publicidade

MQJ Memória: a geração de ouro da Colômbia de Rincón, Valderrama & Cia

O único tropeço do Real Madrid na fase de grupos foi o 2 a 2 com a Juventus, na Itália. Depois, o clube merengue aplicou 4 a 1 no Galatasaray e venceu o Copenhague por 2 a 0. Cristiano Ronaldo fechou a primeira fase com nove gols.

MQJ Memória: a maior temporada goleadora da carreira de Messi

Publicidade

O Real Madrid atropelou o Schalke 04 nas oitavas de final da Champions League. No jogo de ida, goleada merengue por 6 a 1, na Alemanha. CR7 fez dois. Na Espanha, Cristiano Ronaldo repetiu a dose no triunfo por 3 a 1.

Real Madrid faz história na Champions

Nas quartas de final, o Real Madrid abriu o duelo com o Borussia Dortmund de forma contundente. O clube merengue venceu por 3 a 0, na Espanha. Bale, Isco e Cristiano Ronaldo marcaram. À época comandado por Jürgen Klopp, o clube alemão deu trabalho na volta – venceu por 2 a 0, gols de Reus, mas viu o Real avançar.

Bale Real Madrid Dortmund 2014 Bale foi muito importante em 2014 | Foto: GERARD JULIEN/AFP via Getty Images

A semifinal ficou marcada por uma goleada histórica. O Real Madrid teve pela frente o Bayern de Munique de Pep Guardiola. No jogo de ida, na Espanha, vitória merengue por 1 a 0, gol de Benzema. Na Alemanha, o Real abriu 3 a 0 logo no primeiro tempo e fechou o placar na etapa final: 4 a 0, com dois gols de Sergio Ramos e dois de Cristiano Ronaldo.

Uma final de tirar o fôlego

Publicidade

Na final, então, o Real Madrid teve pela frente o Atlético de Madrid. Em Lisboa, no dia 24 de maio de 2014, Sergio Ramos se vestiu de herói merengue. O time de Simeone saiu na frente, gol de Godín. O Real se viu nas cordas. O zagueiro espanhol apareceu nos acréscimos do segundo tempo. Aos 48 minutos, Sergio Ramos empatou a decisão e levou para a prorrogação.

MQJ Memória: relembre as decepções do PSG na Champions League

No tempo extra, o Real Madrid sacramentou o golpe para cima do rival. Bale virou o jogo, Marcelo ampliou e Cristiano Ronaldo sacramentou a festa. Por sinal, o astro português terminou aquela Champions League com 17 gols, recorde de uma edição.

Cristiano Ronaldo Real Atlético 2014 MQJ Memória Cristiano Ronaldo fechou a goleada | Foto: Shaun Botterill/Getty Images

Publicidade

O Real Madrid de Ancelotti foi a campo para aquela final com o seguinte time: Casillas, Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Fábio Coentrão; Khedira, Modric e Di María; Bale, Cristiano Ronaldo e Benzema. Marcelo, Isco e Morata entraram no segundo tempo do jogo.

Comentários