Publicidade

A janela de transferências das principais ligas europeias fechou na última sexta-feira. O mercado da bola foi agitado, com contratações de impacto, como a de Cristiano Ronaldo pela Juventus, Kepa pelo Chelsea, Alisson pelo Liverpool, entre outras. Por falar em CR7 e na Juventus, o clube italiano foi quem mais gastou e único que ultrapassou a barreira dos 200 milhões de euros.

O Paris Saint-Germain aparece na segunda colocação em função do acordo por Mbappé, estabelecido na última temporada. A contratação em definitivo ficou para esta. O Liverpool fecha o pódio.

LEIA MAIS

Publicidade

‘Efeito Neymar’: Barcelona mantém ‘tática’ de inflacionar valor de multas rescisórias
Os dez jogadores mais valiosos do Campeonato Espanhol
Top 10: os jogadores mais valiosos da Premier League
Premier League: os reforços mais caros dos clubes nesta janela de transferências
Malcom no Barcelona: quarto brasileiro entre os mais caros do clube

O Barcelona, clube que mais investiu na última temporada, caiu para oitava colocação agora. A Espanha, com quatro times, emplacou mais representantes na lista, seguida por Itália, França e Inglaterra, que tiveram dois, cada. Os dados são do “Transfermarkt”.

Veja o Top 10

1º – Juventus – 256,9 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão)

O clube italiano tirou Cristiano Ronaldo do Real Madrid por 117 milhões de euros, sendo a contratação mais cara que realizou. A Juventus também investiu pesadamente para ter Douglas Costa (40 milhões de euros) e João Cancelo (40,4 milhões de euros), entre outros.

Publicidade

2º – Paris Saint-Germain – 186 milhões de euros (R$ 891 milhões)

A “conta” por Mbappé é de 135 milhões de euros. O zagueiro Thilo Kehrer custou 37 milhões de euros, enquanto o lateral-esquerdo Juan Bernat custou 14 milhões de euros. Buffon chegou ao PSG sem custos.

3º – Liverpool – 182,2 milhões de euros (R$ 873 milhões)

Publicidade

O clube inglês foi um dos destaques na janela de transferências. O mais caro do Liverpool foi o goleiro brasileiro Alisson, contratado por 62,5 milhões de euros, pouco mais do que Keita (60 milhões de euros). Fabinho custou 45 milhões de euros.

4º – Real Madrid – 145,75 milhões de euros (R$ 698 milhões)

O clube merengue investiu o terceiro maior valor de sua história, com destaque para Vinicius Júnior (45 milhões de euros), Courtois (35 milhões de euros), Odriozola (30 milhões de euros) e Mariano Díaz (21,5 milhões de euros).

Publicidade

5º – Chelsea – 137 milhões de euros (R$ 656 milhões)

O clube inglês transformou Kepa – custou 80 milhões de euros – no goleiro mais caro do mundo, desbancando Alisson. A outra contratação foi a de Jorginho, brasileiro naturalizado italiano, por 57 milhões de euros.

6º – Roma – 130,6 milhões de euros (R$ 626 milhões)

Publicidade

O clube italiano levou um chapéu do Barcelona em relação a Malcom. Desta maneira, o reforço mais caro foi o volante Steven Nzonzi, contratado por 26,65 milhões de euros.

7º – Monaco – 128 milhões de euros (R$ 613 milhões)

O meia russo Golovin foi a contratação mais cara do clube francês – custou 30 milhões de euros. O Monaco contratou o belga Chadli no penúltimo dia da janela de transferências.

Publicidade

8º – Barcelona – 125,9 milhões de euros (R$ 603 milhões)

Arthur, Lenglet, Malcom e Vidal foi o quarteto contratado pelo Barcelona nesta janela de transferências. O atacante brasileiro Malcom foi o mais caro: 41 milhões de euros.

9º – Valencia – 125 milhões de euros (R$ 599 milhões)

Publicidade

O clube espanhol garantiu a permanência do atacante português Gonçalo Guedes por 40 milhões de euros – foi o mais caro do Valencia.

10º – Atlético de Madrid – 123,5 milhões de euros (R$ 592 milhões)

O clube comandado por Simeone também movimentou o mercado da bola. O atacante francês Thomas Lemar custou 70 milhões de euros e foi o mais caro do Atlético de Madrid.

Publicidade