Publicidade

O Benfica deu trabalho, teve chances de castigar e resistiu o quanto pôde, mas o Bayern de Munique levou a melhor na Champions League e com requintes de crueldade. O clube alemão fez 4 a 0, nesta quarta-feira, no Estádio da Luz, e continua com 100% no Grupo E.

O time de Jorge Jesus, até então invicto na Champions League, recebeu um duro golpe. Justamente quando vivia o melhor momento no jogo, com três chances em sequência para abrir o placar, levou o gol. O Benfica sentiu o golpe. O Bayern percebeu e emendou um gol atrás do outro.

Lewandowski João Mário Benfica Bayern Champions League Lewandowski pressiona João Mário | Foto: Uefa

Agora, o Benfica se vê pressionado pelo Barcelona, que ganhou na rodada e ficou a um ponto do clube português. O Bayern sobra no grupo e lidera com nove pontos. Benfica e Bayern voltam a se encontrar na próxima rodada. Desta vez na Alemanha. O duelo será no dia 2 de novembro, às 17h (de Brasília).

Relacionadas

Piqué Barcelona Champions League
Vinicius Júnior Real Madrid
Mbappé PSG

Publicidade

O Bayern começou melhor e logo deu trabalho a Vlachodimos. Lewandowski ganhou pelo alto e obrigou o goleiro a salvar o Benfica. Depois foi a vez de Coman parar em Vlachodimos. O clube português, então, respondeu. Darwin Núñez ganhou no corpo e soltou a bomba. Neuer fez milagre e evitou o gol.

O clube alemão voltou a levar perigo. Sané recebeu com liberdade, carregou e chutou para fora, com perigo. No fim do primeiro tempo, Lewandowski chegou a marcar. Entretanto, o VAR apontou que o craque desviou a bola com o braço e anulou o gol.

Bayern atropela o Benfica em poucos minutos

O segundo tempo começou com pressão do Bayern de Munique. Pavard emendou com força e viu Vlachodimos desviar. A bola ainda explodiu na trave. O clube bávaro voltou a marcar, com Müller, e novamente viu o lance ser anulado. Coman estava impedido na origem da jogada. O Benfica quase marcou com Diogo Gonçalves, mas Neuer voou para espalmar.

Jorge Jesus Benfica Champions League Jesus é um show à parte no banco | Foto: Uefa

Publicidade

O clube português também assustou com Lucas Veríssimo. Após cobrança de falta, ele ganhou pelo alto e cabeceou para fora, com perigo. Já Yaremchuk teve tudo para abrir o placar, após ganhar na velocidade de Upamecano, mas chutou cruzado, para fora. A bola puniu. Aos 24 minutos, Sané cobrou falta e fez 1 a 0 para o Bayern. O clube português sentiu o golpe e levou o segundo. Everton Cebolinha, que acabara de entrar, tentou cortar cruzamento e fez contra: 2 a 0, aos 34. Dois minutos depois, Lewandowski ampliou.

Virou baile! O Benfica se viu entregue e levou mais. Sané fez o quarto na sequência. Uma goleada com requintes de crueldade.

Chelsea vence com facilidade

Pelo Grupo H, o atual campeão Chelsea se recuperou da derrota para a Juventus, na última rodada, e venceu o Malmo com tranquilidade, na Inglaterra: 4 a 0, gols de Christensen, Jorginho, duas vezes, e Havertz.

Jorginho Chelsea Champions League Jorginho marcou duas vezes de pênalti para o Chelsea | Foto: Uefa

Publicidade

O clube inglês está na vice-liderança da chave, com seis pontos. A Juventus lidera com 100% de aproveitamento. O clube italiano venceu o Zenit, na Rússia, por 1 a 0, gol Kulusevski no fim. A Juve chegou a nove pontos. O Zenit tem três, enquanto o Malmo continua zerado.

Na próxima rodada, o Chelsea visita o Malmo no dia 2 de novembro, às 14h45 (de Brasília), enquanto a Juventus recebe o Zenit, no dia 2, às 17h (de Brasília).

Comentários