Publicidade

Atualmente no Atlético de Madrid, Luis Suárez estaria em apuros, fosse para a Itália. Como havia hipótese de defender a Juventus no verão europeu passado, ele realizou testes para ganhar a cidadania italiana. Mas parece que houve uma trama. A polícia local investiga a Universidade de Peruggia por supostamente fazer testes de linguagem irregulares, a fim de facilitar a vida do jogador.

Suárez durante o teste: informações privilegiadas - Foto: Reprodução Suárez durante o teste: informações privilegiadas – Foto: Reprodução

Uma câmera de segurança escondida gravou a prova italiana do atacante uruguaio. A polícia italiana divulgou o material nesta nesta sexta-feira, reacendendo a polêmica. Suárez realizou o exame no dia 17 de setembro do ano passado, quando estava negociando com a Juventus.

O registro, que dura cerca de 20 minutos, mostra que o uruguaio tinha pouco domínio do idioma italiano. Ainda assim, Joel foi aprovado com certificado de nível intermediário. No exame, Suárez conjugou quase todos os verbos no infinitivo e mostrou grande dificuldade em formular frases. Mas, em algumas ocasiões, os examinadores tiveram que ajudar o ex-atacante do Barcelona.

Relacionadas

Sergio Ramos Real Madrid

Publicidade

Também chamou a atenção a “benevolência” dos examinadores, que ajudaram o jogador em diversas ocasiões. Lorenzo Rocca, professor que dirigiu o teste do uruguaio, admitiu fraude. Ele fez um acordo com a Justiça. Entretanto, o juiz encarregado do caso tem a informação de que o próprio Suárez confirmou acesso prévio ao conteúdo das provas.

Comentários