Futebol Internacional

Tropeço da França faz aumentar clamor por Benzema na seleção

Benzema em ação pela França (Foto: Imago)

Há cinco anos Karim Benzema não joga pela seleção francesa. Em 2015 ele foi afastado pelo técnico Didier Deschamps por supostamente ter chantageado o companheiro de seleção, Mathieu Valbuena, para não expor vídeos íntimos. Mas se o perdão do treinador nunca chegou, a pressão pela convocação do artilheiro do Real Madrid cresceu nos últimos meses. Mas nas últimas horas ela atingiu seu máximo estágio. Isso porque a França estreou tropeçando em casa, empate por 1 a 1 com a Ucrânia, nas Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2022, que acontecerá no Catar.

Benzema Real Madrid Champions League

Benzema sonha com a seleção francesa (Foto: Uefa)

Didier Deschamps tem fugido muitas vezes do assunto. Ao ponto de os jornalistas não tocarem no tema por respeito ao treinador. Mas quando algum repórter se atreve ele é muito claro.

– Não creio que a melhor coisa para a seleção francesa seja a convocação de Benzema. Sinceramente acredito que o melhor é que isso não aconteça – disse o comandante da França.

LEIA MAIS! Real Madrid faz contas e já pensa no salário a oferecer a Cristiano Ronaldo

Deschamps vinha com uma postura tranquila porque a França conquistou a Copa do Mundo de 2018. Assim teoricamente a sua decisão foi acertada, apesar de Giroud, centroavante a maior parte do torneio, não ter balançado as redes. Agora, com Griezmann em má fase, mesmo tendo feito o gol contra a Ucrânia, oos pedidos para Benzema ser testado ao lado de Mbappé no ataque apenas crescem.

Jogadores fogem da polêmica

Varane não quis falar de Benzema (Foto: Imago)

Alguns jornais franceses chegam a dizer que os jogadores não gostaria de ver Benzema convocado. Acreditam que isso possa gerar algum problema ao plantel. Além disso fogem do assunto.

– Essa é uma decisão do treinador – avisou o zagueiro Varane, companheiro de Benzema no Real Madrid e titular da seleção francesa.

LEIA MAIS! Juventus define lista de inegociáveis com dois brasileiros e sem Cristiano Ronaldo

Após o empate com a Ucrânia as enquetes que perguntavam sobre o retorno de Benzema aumentaram em sites franceses. Há alguns anos o retorno do jogador perdia por 50%. Mas agora mais de 70% desejam ver Benzema na seleção. Jornalistas importantes do país também fazem pressão.

– Nada contra Deschamps, mas o perdão faz parte da nossa sociedade e precisamos rever alguns conceitos. A seleção francesa precisa ficar em primeiro lugar – disse o ex-jogador Jean Michel Larqué, um dos principais comentaristas da França.

França não pode sofrer nas Eliminatórias

Deschamps dá instruções à beira do gramado

Deschamps não quer ouvir falar de Benzema (Foto: FRANCK FIFE/AFP via Getty Images)

Além do caso envolvendo Valbuena, Deschamps também se irritou quando Benzema disse que o treinador foi influenciado por racistas da França para tomar a atitude de afastá-lo. Assim o treinador chegou a sofrer ameaças, também com seus familiares sofrendo.

LEIA MAIS! Arsenal mira Philippe Coutinho, caso não consiga manter Odegaard

Mas apesar disso tudo os próximos jogos da França podem pesar para o retorno. A França somou seu primeiro ponto no Grupo D com o empate com a Ucrânia. O problema é que apenas o primeiro se classifica sem precisar passar por repescagem e os ucranianos são tratados como os grandes rivais em um grupo que tem ainda Bósbia, Finlândia e Cazaquistão, rival da França no próximo domingo.

Você Também pode gostar

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *