Publicidade

O Real Madrid ouviu um “não” do PSG por Mbappé. Diretor do clube francês, o brasileiro Leonardo declarou que recusou a oferta merengue de 160 milhões de euros (R$ 996 milhões). Além disso, o cartola atacou o rival espanhol.

Leonardo reclamou do assédio do Real Madrid sobre Mbappé e entende que esta proposta é uma estratégia do clube merengue para o futuro.

Mbappé PSG Real Madrid Mbappé quer ir para o Real Madrid, mas PSG faz jogo duro | Foto: Imago Images

– O Real Madrid leva dois anos se comportando assim. É incorreto, inclusive, ilegal, porque entraram em contato com jogador. Para nós, é inaceitável, porque não é correto. Está colocada à prova uma estratégia: chega uma oferta um ano antes do fim do contrato e a sete dias do fechamento da janela. Querem uma negativa para mostrar a Mbappé que tentaram tudo e começar a negociar para o próximo ano – declarou Leonardo.

Relacionadas

Cristiano Ronaldo Juventus
Harry Kane teve o valor inflacionado, mas na realidade do mercado, desvalorizou 20%
Rüdiger

PSG dá recado ao Real Madrid por Mbappé

Publicidade

O dirigente admite: Mbappé quer deixar o PSG. A porta não está fechada. Entretanto, o clube francês vai estabelecer os termos para um possível adeus. Segundo o “L’Equipe”, o valor para vender Mbappé é de 200 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão).

Artilheiro na Espanha e fracasso na Inglaterra… Willian José busca recomeço na Europa

– Não posso confirmar os números da oferta, mas é aproximadamente isso (160 milhões de euros). É menos do que pagamos por ele (o acordo do PSG por Mbappé foi de 180 milhões de euros). Mbappé quer sair. Isso me parece claro. Se quiser ir, não o seguraremos, mas será nos nossos termos – acrescentou Leonardo.

Publicidade

Vídeo: Jorge Jesus surta e tem ataque de nervos com atacante

O PSG reforça que deseja manter e renovar o contrato de Mbappé, que termina em 2022.

– Não temos planos de voltar a conversar com Real Madrid. A janela termina no dia 31. É assim que funciona a janela de transferências, mas temos claro: queremos mantê-lo e renovar o contrato. Entretanto, não vamos deixá-lo sair por menos do que pagamos. Ainda devemos dinheiro ao Monaco – afirmou Leonardo.

Comentários