Publicidade

O atacante Neymar sofre com críticas dentro de campo e muitas fora dele por conta do comportamento muitas vezes infantil. Mas tem uma outra face do craque, pouco explorada pela imprensa, aque sempre deve ser lembrada. A face da solidariedade. Para manter 142 empregos o jogador desembolsa, desde março de 2020, R$ 600 mil. Este é o valor para manter a folha salarial do Instituto Neymar, em Praia Grande, em São Paulo.

Neymar tem orgulho do Instituto (Foto: Divulgação)

O Instituto Neymar, que desde março de 2020 está fechado por conta da pandemia do Coronavírus, abriga três mil crianças e jovens que não têm família. Assim o craque tenta dar a eles uma oportunidade semelhante à que teve. Mesmo sem ter vindo de família rica, o craque sempre teve o respaldo dos pais.

LEIA MAIS! Fim da linha? Marcelo está na lista de negociáveis do Real Madrid

Publicidade

Neymar não trabalha com a possibilidade de fechar o instituto, que tem o seu maior gasto mesmo com a folha salarial e os benefícios dos funcionários, como plano de saúde.

– Nós estamos com ele fechado desde março de dois mil e vinte por conta da pandemia. Assim estamos tendo que arcar com tudo sozinho – revelou Neymar Silva, pai do craque, em entrevista ao jornal espanhol “Marca”.

Neymar não vai fechar Instituto

Pai de Neymar revelou situação do instituto (Foto: Twitter Neymar)

Neymar garante que os empregos dos funcionários serão mantidos independentemente do tempo em que o instituto ficar fechado. Assim tranquilizou seu time preferido.

Publicidade

– Nós vamos manter os empregos e benefícios mesmo que a pandemia dure muito mais tempo – prometeu Neymar pai.

LEIA MAIS! Liverpool quer reforços pontuais e Firmino pode liderar barca

Neymar está vivendo um grande momento no Paris Saint-Germain, com a possibilidade de conquistar a Champions League. O clube avançou para as semifinais. O jogador, que é titular da Seleção Brasileira, tem contrato com o PSG até junho de 2022.