Publicidade

Do segundo lugar, para o sétimo posto. Este é o tamanho da queda e do buraco do Barcelona na Espanha. La Liga divulgou os limites salariais dos clubes nesta temporada. A redução do Barça é significativa, enquanto o Real Madrid, por outro lado, sobra na turma.

La Liga impõe regras aos clubes e um teto salarial para a temporada. Este limite é calculado, segundo os valores de receitas e gastos estruturais. Apertado financeiramente, o Barcelona precisou abrir mão de Messi justamente para se enquadrar nas regras.

Laporta Barcelona Laporta tenta tirar o Barcelona do buraco | Foto: Twitter Barcelona / Divulgação

Agora, o drama do Barcelona é explicado em números. O limite salarial do clube nesta temporada é de 97,942 milhões de euros (R$ 615 milhões). É apenas o sétimo maior valor de La Liga e representa uma queda de quase 285 milhões de euros (R$ 1,7 bilhão). O limite do Barça na última temporada foi de 382,71 milhões de euros (R$ 2,4 bilhões).

Relacionadas

Nkunku Leipzig
Messi deitado atrás da barreira no jogo contra o Manchester City - Foto: Imago

Publicidade

A diferença do Barcelona para o Real Madrid ficou considerável. O clube merengue tem o maior limite salarial da Espanha. A vantagem sobre o rival é de 641,2 milhões de euros (R$ 4 bilhões).

MAIS! Zagueiro afirma que Juventus sente falta de Cristiano Ronaldo

O Real Madrid, por sinal, vem lidando bem com os impactos econômicos e mostra sinais de recuperação. O limite salarial do clube merengue aumentou em relação à última temporada: de 468,52 milhões de euros (R$ 2,9 bilhões) para 739,163 milhões de euros (R$ 4,6 bilhões).

Publicidade

O Sevilla assumiu a vice-liderança deste ranking. Entretanto, a diferença para o Real Madrid também é considerável, supera a casa dos 500 milhões de euros (R$ 3,1 bilhões).

O Atlético de Madrid aparece na terceira colocação, com uma redução de mais de 80 milhões de euros (R$ 503 milhões) em relação à última temporada.

O limite salarial da La Liga (em euros)

Clube – temporada 2021/2022 – temporada 2020/2021

Publicidade

Real Madrid – 739,163 milhões de euros – 468,52 milhões de euros
Sevilla – 200,399 milhões de euros – 185,8 milhões de euros
Atlético de Madrid – 171,606 milhões de euros – 252,72 milhões de euros
Villarreal – 159,292 milhões de euros – 145,24 milhões de euros
Real Sociedad – 127,704 milhões de euros – 100,87 milhões de euros
Athletic de Bilbao- 111,818 milhões de euros – 119,81 milhões de euros
Barcelona – 97,942 milhões de euros – 382,71 milhões de euros
Espanyol – 77,873 milhões de euros – 45,34 milhões de euros
Betis – 70,864 milhões de euros – 71,3 milhões de euros
Celta – 65,530 milhões de euros – 62,51 milhões de euros
Getafe – 64,470 milhões de euros – 52,58 milhões de euros
Osasuna – 56,230 milhões de euros – 46,63 milhões de euros
Granada – 53,498 milhões de euros – 56,48 milhões de euros
Mallorca – 46,129 milhões de euros – 19,04 milhões de euros
Cádiz – 45,388 milhões de euros – 41,08 milhões de euros
Alavés – 42,858 milhões de euros – 41,08 milhões de euros
Rayo – 41,829 milhões de euros – 16,41 milhões de euros
Elche – 41,525 milhões de euros – 34,6 milhões de euros
Levante – 32,108 milhões de euros – 37,61 milhões de euros
Valencia – 30,986 milhões de euros – 103,39 milhões de euros

Comentários