Publicidade

Hanz-Joachim Watzke, diretor executivo do Borussia Dortmund, se posicionou sobre o futuro de Erling Haaland. O dirigente lembra que o norueguês tem contrato até 2024, mas com uma cláusula de rescisão estimada em 75 milhões de euros até 2022. Esse valor está em torno de R$ 500 milhões.

Garoto descobre que Haaland joga com o Real Madrid no Fifa 21 Haaland quer sair, mas Borussia promete endurecer – Foto: INA FASSBENDER/AFP via Getty Images)

O agente de Haaland, Mino Raiola, e o pai do jogador viajaram a Barcelona e Madrid na última quinta-feira. Conversaram com dirigentes dos dois maiores clubes da Espanha. No entanto, o Borussia Dortmund já deixou claro que pretende continuar contando com Haaland.

“Não temos um plano paralelo. Falaremos com Erling, seu pai e seu agente Mino Raiola. Afinal, queremos que ele fique feliz por estar conosco e marcar gols pelo Borussia no próximo ano. Não há outro plano “, disse Watzke ao DAZN.

Haaland é o dono da bola no futebol europeu - Foto: Imago Images Não vai ser tão fácil Haaland deixar o Borussia, mas Barcelona e Real Madrid estão no páreo – Foto: Imago Images

Publicidade

Haaland volta a campo nesta terça-feira, pela primeira mão das quartas de final da Champions League. O Borussia enfrenta o Manchester City, do técnico Pep Guardiola. O treinador do clube inglês já se desvinculou na passada sexta-feira de qualquer candidatura para ter Haaland.

“Não sei o que vai acontecer, mas com esses preços não vamos contratar um atacante. Não é possível, não podemos pagar. Todos os clubes estão passando por dificuldades financeiras e nós também. O mais provável é que não contratemos atacante para a próxima temporada ”, garantiu o treinador.

No entanto, o próprio Haaland já deixou claro que pretende atuar na Espanha. Assim, Barcelona e Real Madrid estão praticamente sós no páreo.

Leia também

Publicidade

Laporta já tem plano para Messi… mas para a vida toda

Sergio Ramos garante que ele vai bater o martelo se fica ou não no Real Madrid, não o clube