Futebol Internacional

Mandzukic, o gigante croata, na mira de grandes clubes da Europa

Mandzukic está na mira de gigantes europeus (Foto: Juventus)

Mario Mandzukic, o gigante croata, está na mira de grandes clubes da Europa. O centroavante de 34 anos e 1,92 metros de altura rescindiu contrato com o Al-Duhail do Catar. Assim está livre para fechar com qualquer outra equipe. Prevendo a saída de Zlatan Ibrahimovic, que tem vínculo somente até julho e vai sair, o Milan é quem está mais perto de fechar com o jogador. Isso porque Mandzukic deseja voltar a morar na Itália.

Mandzukic comemora gol pela Juventus (Foto: Juventus)

Até janeiro Mandzukic vivia em Turim, onde defendeu a Juventus por quatro temporadas. Depois disso ele aceitou proposta do Catar. Mas com a pandemia, esteve em campo apenas sete veze e foi embora. Agora pode voltar ao futebol italiano parea defender o time milanês.

Leia também:

A partir de agora tudo é novo para o Leipzig na Champions
Cristiano Ronaldo na rota do Real Madrid na Champions

Outro clube italiano interessado em Mandzukic é a Fiorentina. Após algumas temporadas tímidas, o clube de Florença fez caixa para ir ao mercado com um pouco mais de folga. Foi apresentado um projeto ao croata em que ele seria um dos principais jogadores do plantel. Apesar de ter ficado bem impressionado com os planos da Fiorentina, Mandzukic está mais disposto a fechar com o Milan.

Manchester United quer Mandzukic

De fora da Itália a principal proposta é do Manchester United. O clube inglês vem montando o elenco e tem ido ao mercado. Os Diabos Vermelhos chegaram a fazer proposta pelo jogador em janeiro, mas ele optou pelo Catar.

Mandzukic está na mira de gigantes europeus (Foto: Juventus)

Mandzukic começou a despontar para o futebol europeu no Dínamo de Zagreb da Croácia. Em 2010 se transferiu para o Wolfsburg. As boas temporadas na Alemanha levaram o Bayern de Munique a contratá-lo. Pelo clube, em 2013, ganhou a Champions League e o Mundial de Clubes. Em 2015 aceitou o desafio de defender a Juventus, onde ganhou por quatro vezes seguidas o Campeonato Italiano. Defendeu a Croácia na Copa do Mundo de 2014 e de 2018, quando teve papel decisivo na campanha do vice mundial. Assim construiu um currículo invejável

Você Também pode gostar

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *