Publicidade

O Chelsea não economizou no mercado da bola para contratar Timo Werner e Kai Havertz, mas a temporada da dupla não é das melhores. Eles, inclusive, estão com futuro em xeque no clube inglês.

Chelsea Timo Werner Timo Werner em xeque no Chelsea (Foto: Uefa)

O técnico Thomas Tuchel vai avaliar o desempenho dos jogadores nesta reta final de temporada para tomar uma decisão sobre o futuro de Werner e Havertz. Tuchel não garantiu a permanência da dupla. Na realidade, ele lançou mais dúvidas.

“Durante as próximas oito semanas, só temos de pensar em melhorar a pontuação e a situação na tabela. E nada mais. No verão, pensaremos mais, com a direção, sobre quais soluções são as melhores. A melhor solução é permanecer com este elenco? Podemos melhorar no campo de treinamento individualmente e como grupo?”, declarou Tuchel.

Publicidade

LEIA MAIS! É saudade que fala? Vestiário do Barcelona sonha com retorno de Neymar

Para tirar Timo Werner do Leipzig, o Chelsea pagou 53 milhões de euros (R$ 355 milhões, na cotação atual) pelo atacante alemão. Havertz foi ainda mais caro. Ex-Bayer Leverkusen, ele custou 80 milhões de euros (R$ 537 milhões, na cotação atual).

A temporada de Werner é tímida. Ele tem dez gols em 41 jogos. Havertz também não se consolidou como esperava. A dupla está em xeque.