Publicidade

A bola volta a rolar para as oitavas de final da Champions League, com a abertura dos outros quatro confrontos nesta semana. E são duelos que envolvem boa dose de pressão, seja para os clubes ou para técnicos consagrados. Por exemplo, o Manchester City, que busca o sonhado primeiro título do torneio.

MAIS! Bateu arrependimento? Real Madrid descartou Haaland, quando ele custava uma ‘pechincha’

E justamente à beira do gramado do Manchester City outro nome que convive com pressão: Pep Guardiola. Faz tempo que ele não conquista o torneio, o que sempre gera questionamentos.

Publicidade

MAIS! Haaland se aproxima de recorde de Mbappé na Champions League

A lista tem Real Madrid, Zidane, Atalanta, Atlético de Madrid, Simeone… e até mesmo o poderoso Bayern de Munique.

MAIS! Mbappé aumenta a lista: os hat-tricks desta edição da Champions League

Publicidade

Os duelos desta semana são: Lazio x Bayern de Munique, Atlético de Madrid x Chelsea, Borussia Mönchengladbach x Manchester City e Atalanta x Real Madrid.

A semana de pressão na Champions League

Bayern de Munique

Atual campeão da Champions League, o clube alemão vive um momento diferente, vamos colocar assim. O Bayern vem de dois jogos sem vencer pela Bundesliga – perdeu para o Frankfurt e empatou com Arminia Bielefeld. É o suficiente para chamar atenção de um time que costuma atropelar no território alemão. Precisa dar a resposta na Champions.

Lewandowski e Bayern são favoritos, mas… | Foto: Bayern/Divulgação

Atlético de Madrid

O clube espanhol não fez uma fase de grupos consistente, o que já resultou em questionamentos. Além disso, viu a diferença na liderança para o rival Real Madrid diminuir na La Liga, o que aumenta a pressão do Atlético de Madrid.

Suárez é esperança de gols do Atlético | Foto: La Liga

Simeone

Publicidade

O técnico argentino amargou uma dura eliminação para o Cornellà, da Terceira Divisão, na Copa do Rei. Nas últimas três edições de Champions League, Simeone caiu em uma na fase de grupos, em outra nas oitavas de final e na última nas quartas de final.

Simeone Atlético de Madrid Simeone tem rival de peso pela frente | Foto: OSCAR DEL POZO/AFP via Getty Images

Chelsea

Não supera a fase de oitavas de final da Champions League desde a temporada 2013/2014, quando chegou à semifinal e caiu justamente para o Atlético de Madrid. E o Chelsea ficou fora de duas edições neste período. A pressão é para voltar a ir longe no torneio.

Tuchel Chelsea Tuchel tem a missão de levar o Chelsea longe | Foto: ADRIAN DENNIS/POOL/AFP via Getty Images

Manchester City

A Champions League é um sonho para o Manchester City, que nunca ganhou o torneio. A pressão é grande, sobretudo pelo investimento e poderio econômico do time. O momento atual cria ainda mais expectativa. O City vem em uma sequência de 25 jogos de invencibilidade, sendo 18 vitórias seguidas.

City Comemorar tem sido rotina para o City | Foto: Nick Potts – Pool/Getty Images

Pep Guardiola

Publicidade

O técnico não conquista a Champions League desde 2010/2011, na época de Barcelona, o que dá munição aos críticos. Guardiola passou em branco no torneio na trajetória pelo Bayern de Munique e tenta levar o City ao primeiro título da Champions.

Guardiola Manchester City Guardiola tenta levar o City ao título | Foto: MARTIN RICKETT/POOL/AFP via Getty Images

Real Madrid

O clube merengue vive uma temporada turbulenta, com eliminação para o Alcoyano, da Terceira Divisão, na Copa do Rei. O Real Madrid sofre com lesões no elenco e se vê pressionado por uma boa campanha na Champions League.

Real Madrid Champions League Benzema é dúvida para o duelo Foto: Twitter Real Madrid

Zidane

O técnico francês convive com pressão. A imprensa espanhola já publicou que o Real Madrid estuda nomes para substituí-lo. As quatro vitórias seguidas pelo Campeonato Espanhol amenizaram um pouco o clima, mas Zidane sabe que o desempenho na Champions League sempre é decisivo no clube.

Zidane Champions League Zidane está pressionado | Foto: OSCAR DEL POZO/AFP via Getty Images

Atalanta

Publicidade

Sensação na última temporada, na qual foi terceira colocada no Campeonato Italiano e chegou às quartas de final da Champions, a Atalanta vê o objetivo de se consolidar como grande na Itália ainda sob dúvida.

Atalanta Champions League Muriel é uma das esperanças da Atalanta | Foto: Uefa