Publicidade

Renato Gaúcho se despediu do Grêmio, onde estava desde 2016 conquistando diversos títulos. Ganhou Campeonato Gaúcho, Copa do Brasil e Copa Libertadores. Assim passou a ser um dos treinadores mais cobiçados do futebol brasileiro. Mas é no Rio de Janeiro onde o seu fantasma vai assustar mais os empregados da vez.

Renato Gaúcho pode pintar no Rio? (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O cheiro de assombração mais forte aparece pelos lados do único carioca a ganhar títulos este ano. O Flamengo, por incrível que pareça, é quem está vivenciando o clima de maior cobrança de seu treinador dentre os possíveis destinos de Renato.

Rogério Ceni ganhou o Campeonato Brasileiro e a Supercopa do Brasil pelo Flamengo. Mas o time não consegue jogar bem e o clima de cobrança aumentou com a derrota de 3 a 0 para o arquirrival Vasco. Assim um mau começo de Copa Libertadores fará o fantasma de Renato Gaúcho mais forte.

Publicidade

Enquanto o nome de Renato Gaúcho ronda o imaginário do torcedor, Marcos Braz, vice-presidente de futebol, tenta convencer que Rogério Ceni tem estabilidade.

– Temos que dar o apoio devido. A gente não tem nenhum motivo para fazer uma ruptura. O treinador acabou de ser campeão brasileiro há um mês, há uma semana ganhou a Supercopa. É um treinador que já deu certo no Flamengo e está aí preparando o time para mais uma competição internacional – disse ele.

Fluminense e Vasco já conhecem Renato Gaúcho

Renato Gaúcho deixou o Grêmio (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Mas não é só o Flamengo que pode ser atormentado pelo fantasma de Renato Gaúcho. O treinador tem a sua maior identificação com o Fluminense, onde conquistou a Copa do Brasil de 2007. Além disso foi finalista na Copa Libertadores de 2008, perdendo para a LDU a final.

Publicidade

MAIS! Messi cada vez mais perto do sim ao Barcelona

O treinador atual do Fluminense é Roger Machado, que foi heroi do gol do título da Copa do Brasil de 2007. Mas apesar de estar no começo de trabalho, ainda não conseguiu fazer o Tricolor jogar o que se esperava. Assim um fraco desempenho inicial na Libertadores aumentaria a cobrança.

Com Marcelo Cabo em um mar tranquilo, o Vasco não cogita trocar seu treinador. Mas o nome de Renato Gaúcho é respeitado na Colina. O treinador dirigiu o clube entre 2005 e 2007 com boas participações.

Botafogo é o único destino improvável

Renato Gaúcho posa ao lado de Emil Pinheiro (Divulgação) Renato Gaúcho posa ao lado de Emil Pinheiro (Divulgação)

Publicidade

Mesmo com Marcelo Chamusca ameaçado de demissão por conta das precoces eliminações no Campeonato Carioca e na Copa do Brasil, o Botafogo dificilmente seria um destino para Renato Gaúcho. E isso em nada tem a ver com dinheiro.

MAIS! Flamengo dá ultimato para Arrascaeta 

Mesmo que conseguisse verba para investir em uma salário compatível com Renato Gaúcho, o Glorioso apostaria em outras fichas. Isso porque o nome dele tem ampla rejeição junto aos torcedores alvinegros.

Publicidade

Tudo por conta de um deslize de Renato na época de jogador. Após a derrota por 3 a 0 na primeira partida da final do Campeonato Brasileiro de 1992, o então ponta-direita Renato Gaúcho foi pagar uma aposta e compareceu ao churrasco dos atletas flamenguistas. O fato irritou o banqueiro de Jogo do Bicho Emil Pinheiro, então presidente do Botafogo, que mandou o atacante embora antes do segundo jogo.

– Não sabia qye estaria fechando as portas de um grande clube do futebol brasileiro com aquele gesto – revelou posteriormente Renato, em tom de arrependimento.

Mas mesmo com o nome de Renato Gaúcho não fazendo eco em General Severiano, seu fantasma pode visitar nos próximos dias o Ninho do Urubu, as Laranjeiras ou até mesmo a Colina história. Será só uma questão de tempo?

Comentários