Futebol Brasileiro

Everton Cebolinha esquenta rivalidade entre Renato Gaúcho e Jorge Jesus

Renato Gaúcho escrevendo mais um capítulo de sua história no Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Renato Gaúcho escreve mais um capítulo de sua história no Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Renato Gaúcho vem criticando a atitude de Jorge Jesus, responsabilizando o técnico do Benfica, ex-Flamengo, pela saída de Everton do Grêmio. A atitude do português, conforme o treinador gaúcho, não foi lá muito profissional, pois ele teria feito a cabeça do jogador.

Renato Gaúcho escrevendo mais um capítulo de sua história no Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Renato Gaúcho: “Jorge Jesus fez a cabeça de Everton” (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

“A coisa que me aborreceu foi Jorge Jesus ter telefonado ao jogador”, disse Renato Gaúcho. A declaração foi dada em entrevista, logo após a vitória do Grêmio por 2 a 0 no clássico contra Internacional, nesta quarta-feira. O jogo valeu a conquista do returno do Gauchão para o tricolor.

“Um treinador estrangeiro vem aqui, faz um bom trabalho e a imprensa brasileira trata isto como normal. Não é nada normal, porque ele ligou para o jogador, falou com o jogador, fez a cabeça do jogador. O Benfica pediu para ele não jogar, mas a negociação não estava certa, não estava fechada”, justificou Renato.

Leia também

Novo normal apaga clubes tradicionais do mapa do futebol

Jorge Jesus pede e Benfica tira Gilberto do Fluminense

Everton foi a campo contra o Internacional e se destacou, participando dos dois gols na vitória. De acordo com informações da imprensa portuguesa, Jorge Jesus teria realmente ligado diretamente para Everton. O intuito seria convencer o jogador a se transferir para o Benfica, o que desagradou a diretoria do Grêmio.

Renato x Jesus

Jorge Jesus: “Renato era o número um até a minha chegada” (Reprodução Youtube)

Este é apenas mais um round do duelo entre Renato Gaúcho e Jorge Jesus. As rusgas, no entanto, começaram com a chegada do português ao Flamengo. Os bons resultados do Rubro-Negro e os elogios da imprensa mexeram com os brios não apenas de Renato, mas de boa parte de treinadores brasileiros.

“Trabalho maravilhoso e nunca escutei o nome dele”, disse Renato Gaúcho às vésperas de um Grêmio x Flamengo, pelo Brasileiro do ano passado. “Tem 65 anos e só treinou em Portugal”, emendou o técnico gaúcho pouco tempo depois. Jorge Jesus, no entanto, também se manifestou.

“Achei que só poderia responder com trabalho e foi o que eu fiz. O Renato também nunca saiu do Brasil, nunca ganhou um Campeonato Brasileiro”, disse Jesus. “Mas, tudo bem. Ele é um treinador querido no Brasil, antes de eu chegar era o número um”, concluiu o técnico português à época.

Aguardemos o próximo capítulo.

Você Também pode gostar

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *