Publicidade

Esta semana o SBT anunciou que vai transmitir, a partir das semifinais, a Champions League. A emissora de Silvio Santos já tem os direitos da Copa Libertadores. Assim se consolida como a principal fonte de exibição em televisão aberta dos principais torneios continentais envolvendo clubes. Além disso coloca em situação delicada a Rede Globo, que vem perdendo espaço no esporte nos últimos meses.

Rede Globo vem sofrendo com assédio de outros clubes (Foto: Divulgação)

A Rede Globo perdeu os direitos de transmissão do Campeonato Carioca para a Rede Record. Além disso viu a Fórmula 1 se transferir para a Rede Bandeirantes. Para manter o Campeonato Brasileiro os cofres precisam estar bem abertos, pois o que não falta é concorrência.

Desde que o presidente Jair Bolsonaro chegou ao poder a Rede Globo sofreu um corte em valores de verbas publicitárias públicas, uma importante fonte de rede de qualquer veículo de comunicação no Brasil., Em algumas localidades o quadro se agrava na esfera municipal. Um exemplo disso foi a perda da organização de torneios durante mandato do ex-prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella, outro inimigo político do grupo que foi criado pelo jornalista Roberto Marinho.

Publicidade

LEIA MAIS! Real Madrid x Barcelona: relembre 10 momentos de rivalidade à flor da pele

Com os efeitos de perda de receita, a Rede Globo não renovou contratos de artistas consagrados, dentre eles atores, atrizes e apresentadores. Vários migraram para outras emissoras. Outros aderiram a contratos menores para trabalharem sob demanda na própria TV carioca. Mas é no esporte que a Globo vem sofrendo seus maiores baques.

Jogos da Seleção Brasileira na mesa

Borussia Mönchengladbach, Champions League Champions League agora é no SBT (Foto: Borussia Mönchengladbach / Divulgação)

Desde a década de 90 que a emissora tinha os direitos de transmissão do Campeonato Carioca e da Copa Libertadores. Além disso pretendia retomar a transmissão da Champions League. Nos Estaduais, com algumas praças perdidas, se vê obrigada a exibir filmes em alguns locais e jogos em outros, bagunçando a sua grade de provocação.

Publicidade

MAIS! Não tem para CR7 e nem Messi: a estatística que Neymar lidera na Champions desde 2013

Enquanto isso as outras emissoras se armam de vez. Rede Record e SBT já planejam avançar em outros torneios importantes, como Mundial de Clubes e até mesmo a Copa do Mundo. Já a Globo tenta manter os jogos da Seleção Brasileira, mas até mesmo alguns nas Eliminatórias sul-americanas deixaram de ser exibidos pela TV carioca. Assim o monopólio do esporte na TV aberta vem sendo quebrado dia a dia.