Publicidade

O Brasil continua 100% nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar. A Seleção Brasileira emplacou a terceira vitória e fez 1 a 0 sobre a Venezuela, nesta sexta-feira, no Morumbi. Porém, a atuação foi longe de empolgar. A Seleção encontrou dificuldades ofensivas e sofreu para superar a defesa rival.

Firmino, Brasil, Eliminatórias Firmino fez o gol da vitória do Brasil | Foto: CBF / Divulgação

A Seleção, como era de se esperar, teve mais posse de bola. De positivo, a pressão para recuperar a bola, quando perdia. Mas o ataque que deixou a desejar. Faltou inspiração. Muitas das vezes, o Brasil insistiu muito em cruzamentos. A insistência, porém, foi premiada. Firmino fez o gol da vitória.

Tite teve de lidar com muitos desfalques para estes jogos do Brasil pelas Eliminatórias. O Brasil teve sete cortados nesta convocação: Militão, Casemiro e Gabriel Menino, com Covid-19, Rodrigo Caio, Fabinho, Philippe Coutinho e Neymar, lesionados.

Publicidade

Na próxima rodada, o Brasil tem um clássico pela frente. A Seleção, que lidera as Eliminatórias, com nove pontos, vai encarar o Uruguai, fora de casa, terça-feira, às 20h (horário de Brasília). Já a Venezuela recebe o Chile, terça-feira.

Brasil decepciona no primeiro tempo

A Seleção Brasileira decepcionou na etapa inicial. Por mais que tenha tido dois gols anulados, o Brasil produziu pouco e sofreu com falta de inspiração – finalizou oito vezes.

LEIA MAIS! Uruguai detona a Colômbia e ganha moral para enfrentar o Brasil

Publicidade

O Brasil tentava rodar a bola para achar espaços. Aos seis minutos, após cruzamento da esquerda de Renan Lodi, Richarlison aproveitou rebote e mandou para o fundo da rede. Porém, a arbitragem assinalou impedimento na origem da jogada.

LEIA MAIS! Vidal brilha, Chile supera o Peru e vence a primeira pelas Eliminatórias

A Seleção tentava pressionar. Com mais posse de bola, chegou a ter 73%, faltava criar chances efetivas para marcar. Aos 28, Firmino, que atuou como centroavante, chutou de fora da área e obrigou o goleiro da Venezuela a espalmar. A melhor oportunidade foi com Richarlison. Gabriel Jesus desviou cruzamento e a bola sobrou, na pequena área, para o atacante do Everton. Richarlison, porém, completou para fora.

Publicidade

VEJA! Vídeo flagra Messi em nova crise de vômito contra o Paraguai

A Venezuela buscava o contra-ataque e finalmente conseguiu assustar no fim do primeiro tempo. E com um atleta conhecido do futebol brasileiro: Soteldo, do Santos. Ele fez jogada pela ponta esquerda e cruzou, mas Marquinhos apareceu para cortar.

LEIA MAIS! Cavani no Top 5 dos maiores artilheiros da história das Eliminatórias

Publicidade

Aos 40, o segundo gol anulado do Brasil. Richarlison fez falta antes de Douglas Luiz completar para a rede. O volante, depois, levou perigo com chute de fora da área. A bola foi para fora. O 0x0 persistiu no placar.

Douglas Luiz, Brasil x Venezuela Douglas Luiz teve liberdade para aparecer no ataque | Foto: Conmebol / Divulgação

Firmino decide para o Brasil nas Eliminatórias

Para tornar o Brasil mais ofensivo e tentar dar mais criatividade ao time, Tite mudou logo no intervalo. Paquetá entrou no lugar de Douglas Luiz. A Seleção, porém, continuava a encontrar dificuldade no ataque, sem criar.

Tite, inclusive, preparava Éverton Cebolinha e Pedro. Os dois estavam à beira do gramado quando o time marcou. De tanto insistir, o Brasil abriu o placar. Paqueta acionou Éverton Ribeiro pela direita. O meia do Flamengo, camisa 10 no lugar de Neymar, cruzou com a perna direita, que não é a preferida. Gabriel Jesus e Renan Lodi disputaram pelo alto com a zaga venezuelana e a bola sobrou para Firmino, livre, empurrar para o fundo da rede: 1 a 0, aos 21.

Publicidade

Após o gol, Tite retardou as mudanças. Aos 30, finalmente colocou Pedro, que fez sua estreia, e Cebolinha. Saíram Richarlison e Gabriel Jesus.

O Brasil continuava a pressionar a Venezuela. Pedro errou uma tentativa de bicicleta. Depois, fez o pivô para Firmino. O chute, desviado, foi para fora. A vitória já estava garantida.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1X0 VENEZUELA
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data: 13 de novembro de 2020 (sexta-feira)
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Juan Benítez (Paraguai)
Assistentes: Eduardo Cardozo (Paraguai) e Milciades Saldivar (Paraguai)
VAR: Eber Aquino (Paraguai)
Cartões amarelos: Cásseres, Machís e Rincón (Venezuela) e Douglas Luiz (Brasil)
Cartão vermelho: –
Gol:
Brasil: Roberto Firmino, aos 21′ do 2ºT
Venezuela: –

Publicidade

BRASIL: Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi (Alex Teles); Allan, Douglas Luiz (Lucas Paquetá) e Éverton Ribeiro; Gabriel Jesus (Éverton Cebolinha), Richarlison (Pedro) e Roberto Firmino. Técnico: Tite.

VENEZUELA: Fariñez; Feltscher (Del Pino Mago), Osorio, Ángel e Rosales (González); Moreno, Cásseres e Rincón; Soteldo (Otero), Machís (Savarino) e Rondón. Técnico: José Peseiro.