Publicidade

Uma vitória maiúscula fora de casa. Assim foi o triunfo por 3 a 0 do Uruguai sobre a Colômbia na tarde desta sexta-feira, no Estádio Metropolitano, em Barranquilla, pela terceira rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, que será disputada no Catar.

Cavani marcou o primeiro gol do Uruguai (Foto: AUF)

Com este resultado o Uruguai ganha moral para o confronto da próxima terça-feira com a Seleção Brasileira. Além disso a Celeste chega aos seis pontos e se posiciona na zona de classificação. A Colômbia, entretanto, deixa a área nobre da tabela, estacionada nos quatro pontos.

Leia também:

Messi no PSG é fake news, de acordo com pai do jogador
Neymar aceita renovar com o PSG, mas exige escolher reforços

Publicidade

Logo com quatro minutos o Uruguai abriu vantagem. Nández roubou a bola na defesa da Colômbia após vacilo de Lerma. O uruguaio avançou e deu um belo toque para Cavani. O artilheiro só teve o trabalho de deslocar o goleiro Ospina.

A Colômbia se lançou ao ataque, mas não tinha facilidade de peentração. No lance de maior perigo dos colombianos no primeiro tempo, aso 33 minutos, James Rodríguez acertou belo lançamento para Mojica. O lateral cruzou e Torreira quase marcou contra.

Suárez fez história no segundo tempo

Na volta para o segundo tempo a Colômbia seguiu no campo de ataque. Aos dois minutos Campanha salvou um chute cruzado de Cuadrado. Dois minutos depois o goleiro uruguaio voltou a salvar seu time em uma cabeçada de Zapata que tinha endereço certo.

Publicidade

Mas em nova falha do sistema defensivo da Colômbia o Uruguai ampliou aos oito minutos. Suárez acionou Bentancur na área e o jogador foi derrubado por Murillo. O árbitro marcou o pênalti. Luis Suárez cobrou e marcou o seu 25ª gol na história das Eliminatórias sul-americanas. Ninguém fez mais gols do que ele no torneio.

Suárez comemora o seu gol diante da Colômbia: maior artilheiro das Eliminatórias (Foto: AUF)

A Colômbia sentiu o golpe e passou a ser dominada pelo Uruguai, que trocava passes. Aos 27 minutos a Celeste chegou ao terceiro gol. Darwin Núñez, oartilheiro do Benfica, arriscou uma bomba de fora da área e venceu o goleiro Ospina.

A situação ainda piorou para a Colômbia aos 45 minutos, quando o experiente Mina foi expulso por uma falta em Nández. Foi a senha para a seleção da casa se recolher. Assim a Celeste administrou o resultado até o apito final.

Publicidade

Na próxima terça-feira o duelo entre Uruguai e Brasil não vai ser o único do dia. As duas equipes duelam a partir das 20h(de Brasília) no Estádio Centenário, em Montevidéu. Um pouco mais cedo, às 18h(de Brasília), a Colômbia busca a reação fora de casa contra o Equador.