Publicidade

Há um mês, no dia 23 de agosto, contra o Alético-MG, Marcão fazia uma nova estreia pelo Fluminense. A diretoria tricolor apostou na solução caseira para substituir Roger Machado, demitido após a queda na Libertadores. De lá para cá, em uma maratona de jogos, Marcão tenta levar o Flu ao G-6 do Campeonato Brasileiro.

O balanço deste primeiro mês de trabalho tem uma queda e uma reação. Sob o comando de Marcão, o Fluminense não resistiu ao Atlético-MG nas quartas de final da Copa do Brasil. O clube mineiro venceu os dois jogos.

Marcão Fluminense Marcão teve maratona de jogos em um mês | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

Já o cenário no Brasileiro aponta para recuperação. Marcão, de cara, conseguiu estancar uma sangria. O Fluminense vinha de quatro derrotas seguidas pelo torneio quando ele assumiu, justamente naquele dia 23 de agosto. O técnico ostenta uma série de invencibilidade na competição.

Relacionadas

Daniel Alves São Paulo

Publicidade

Com Marcão, o Fluminense vem de seis jogos sem perder no Brasileiro – são três vitórias e três empates. Esta série de invencibilidade dá o tom da recuperação. Falta, agora, coroar com vaga no G-6. Este é o objetivo tricolor.

MAIS! Miguel está próximo do acerto com o Bragantino

Por falar em sequência invicta, Marcão alcançou uma marca de respeito: são 15 jogos consecutivos de invencibilidade pelo Brasileiro, contando a reta final da edição passada. O técnico pode quebrar o recorde do clube e superar Muricy Ramalho.

Marcão e o Fluminense mira o G-6

Publicidade

Neste retorno, Marcão já comandou o Fluminense em oito jogos, são três vitórias, três empates e duas derrotas, o que significa 66,6% dos pontos disputados. O técnico vai organizando a casa. Entretanto, há margem para evolução.

O Fluminense busca conseguir controlar mais os jogos, sem sofrer tanto ou sem “entregar” o resultado, o que também tem a ver com regularidade – parar de oscilar nas partidas. Recuperar a solidez defensiva apresentada na temporada passada é mais um desafio para Marcão. Neste primeiro mês dele, o clube carioca só não levou gol em uma oportunidade – triunfo por 2 a 0 sobre o Bahia.

Ou seja, são pontos que o técnico precisa ajustar para deixar o Fluminense mais forte na corrida pelo G-6. O Tricolor Carioca, com 29 pontos, está na oitava colocação do Campeonato Brasileiro, a um ponto do Corinthians, sexto colocado.

Publicidade

O Fluminense de Marcão volta a campo neste domingo, às 16h (de Brasília) para enfrentar o Bragantino, no Maracanã.

Comentários