Flamengo

Jesus troca tranquilidade no Fla por pressão no Benfica

Jorge Jesus se despede do Flamengo (Reprodução Youtube)

A ficha caiu! O Mister se foi e já está em Portugal. Mas o treinador pode estar por enfrentar momentos conturbados em sua terra natal. É isso mesmo, Jorge Jesus troca tranquilidade no Fla por pressão no Benfica.

Jorge Jesus se despede do Flamengo (Reprodução Youtube)

No Rubro-Negro, o Mister era uma unanimidade. Querido pelos jogadores, idolatrado pela torcida, e ainda contava com total apoio da diretoria, empolgada com as conquistas do time.

A situação no Benfica, entretanto, está longe de ser igual. Jesus comandou as Águais de 2009 a 2015 e conquistou muitos títulos, além de vencer mais de 2/3 dos jogos que disputou. Entretanto, saiu desgastado e se mudou para o rival Sporting. É querido por muitos, mas também há os que o veem com reservas.

Sue retorno coincide com um momento difícil do clube política e financeiramente. O presidente Luís Filipe Vieira, que está no poder desde 2003, concorrerá à reeleição em outubro. Desta vez, porém, está seriamente ameaçado.

Leia também:

Sucessor de Jesus! Quem são os cotados para assumir o Fla

Mais um para Portugal! Piris da Motta deve deixar o Flamengo

Candidato da oposição se manifesta

Mal Jesus tocou em solo português nesta terça-feira, já foi alvo de comentários do candidato da oposição. Em entrevistas a vários veículos, Rui Gomes da Silva criticou o uso político da contratação e os valores do negócio.

– Tenho que ver, nesta primeira fase (se for eleito) direi que cumprirei os contratos. Mas tenho que pensar no Benfica. O Benfica terá muitas dificuldades nos próximos anos, tanto que busca soluções para pagar o Pedrinho (ao Corinthians), querem diminuir o preço. O Yony Gonzáles foi uma compensação para o Pedrinho ficar mais barato, por exemplo – afirmou.

– O problema é que o Benfica tem um contrato (com Jesus) de 26,5 milhões de Euros por três anos. Por esse valor eu vou buscar os melhores treinadores do mundo, José Mourinho, Pep Guardiola, Carlo Ancelotti. Os tops dos tops.

Segundo Rui Gomes da Silva, Luís Filipe Vieira mistura seus interesses pessoais com os do clube.

– O Benfica não é dele, é dos sócios. Ele tem todo o direito de defender-se e lutar pelos seus direitos. Ele não tem é o direito de usar o Benfica na defesa de seus próprios interesses e da sua vida pessoal – disparou.

Rui Gomes da Silva ainda disse que via a maioria da torcida rejeitando a volta de Jesus, e colocou em questão a estabilidade emocional do treinador para conviver com a pressão no clube.

Você Também pode gostar

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *