Publicidade

O Flamengo vai enfrentar o Galo neste sábado em duelo decisivo pelo título brasileiro de 2021. Mas além de ter a melhor campanha da competição, o Atlético-MG se mostrou um adversário muito difícil nos últimos anos.

Desde que a base do elenco atual se formou, em 2019, o Rubro-Negro só conseguiu superar o Galo uma vez em cinco oportunidades. Os mineiros venceram as outras quatro. A única vitória no período veio com o técnico Jorge Jesus no comando, no segundo turno do Brasileiro daquele ano, no Maracanã.

Galeria de Fotos

Vale ressaltar que no triunfo por 3 a 1 em outubro de 2019, o time entrou em campo com desfalques de peso, Rodrigo Caio, Filipe Luis, Arrascaeta e Gabigol ficaram de fora. Naquele dia, o Flamengo foi a campo com Diego Alves, Rafinha, Pablo Marí, Rhodolfo e Renê; Willian Arão, Gerson e Reinier; Everton Ribeiro, Vitinho e Bruno Henrique.

Publicidade

As derrotas vieram com Abel Braga (2019), Domènec Torrent, duas vezes (2020) e Rogério Ceni (2021). Além disso, uma curiosidade, foi após derrotas para o Atlético que Dome e Ceni perderam o posto. Assim, com Renato Gaúcho balançando, o Galo pode derrubar o treinador do Flamengo pela terceira vez seguida.

Leia Também:

Gabigol se posiciona após ser alvo de agressão no Flamengo

Real Madrid está de olho no mais novo craque do Flamengo

Publicidade

A temporada de 2021 começou com a expectativa de grandes duelos entre Flamengo e Atlético pelos títulos mais importantes. Mas as eliminações do Galo na Libertadores e do Rubro-Negro na Copa do Brasil deixou somente o Brasileiro para as duas equipes disputarem.

Relacionadas

Arrascaeta Flamengo

O Atlético tem 59 pontos em 27 jogos disputados e lidera com folga a competição. O Flamengo, com dois jogos a menos, tem 46 pontos e aparece hoje na quinta colocação. Então, se vencer o Galo e os dois jogos adiados, o Flamengo pula para a vice-liderança, quatro pontos atrás do Galo. Ainda assim, o Rubro-Negro terá de torcer por tropeços do rival nas últimas dez rodadas.

Comentários