Publicidade

De uma hora para outra, o assunto Pedro ganhou protagonismo no Flamengo, seja por fatores externos ou por questões internas. No primeiro caso, o caso da convocação do jogador para a Seleção Olímpica Brasileira, contestada pelo Rubro-Negro. Já no caso interno, a rusga criada com o técnico Rogério Ceni, após a substituição no jogo contra o Fortaleza, na última quarta-feira, pelo Brasileirão, no Maracanã.

Pedro já no banco, com a fisionomia fechada após ser substituído no jogo contra o Fortaleza - Foto: Reprodução Pedro já no banco, com a fisionomia fechada após ser substituído no jogo contra o Fortaleza – Foto: Reprodução

A diretoria do Flamengo avisou ao jogador que ele não seria liberado para disputar os Jogos Olímpicos, isso mesmo antes da convocação do técnico André Jardine. A justificativa: o alto investimento de 14 milhões de euros – cerca de R$ 82 milhões – em sua contratação. O Flamengo conta com Pedro e com a presença dele, por isso investiu no jogador. Vestir a camisa da Seleção Olímpica o afastaria por longo tempo da Gávea, algo inadmissível para a diretoria.

Relacionadas

David Luiz

O jogador, no entanto, deu a entender que gostaria muito de atender à convocação. Mas o Flamengo optou por jogar duro com a CBF, recorrendo ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para que Pedro contar com Pedro até o dia 8 de julho. Assim, o jogador seria formalmente desconvocado. Até o momento a CBF não se manifestou. Entretanto, teria definido um substituto para o caso da ausência do jogador rubro-negro.

Publicidade

De acordo com o jornalista Venê Casagrande, do O Dia, o Flamengo vai abordar diretamente o presidente do STJD, Otávio Noronha. A intenção é que a liminar seja examinada ainda que a CBF não se manifeste.

“Pedro foi convocado, mas a CBF precisa compreender que ele não será liberado. São 14 milhões de euros e o time não vai contar com ele quando mais precisa?”, questionou Marcos Braz, vice de futebol.

Rogério Ceni Flamengo Rogério Ceni não pego pesado, mas respondeu ao comportamento de Pedro | Foto: Marcelo Cortes / Flamengo / Divulgação

Rogério Ceni e Pedro

Sobre a questão envolvendo Pedro e Rogério Ceni, o Flamengo tenta contemporizar. A atitude do jogador, de clara insatisfação, pego o técnico de surpresa. O treinador respondeu de imediato, embora não pegasse pesado. Dentro do clube, o que se comenta é que a irritação de Pedro teria a ver com a condição envolvendo a Seleção Olímpica Brasileira. Afinal, se ele é tão importante para o clube, por que diabos ser substituído aos 20 minutos do segundo tempo?

Leia também

Publicidade

Suspensão de Arão faz zaga voltar a ser fantasma do Flamengo na Libertadores

Rogério Ceni questiona queda de rendimento no segundo tempo

Rogério Ceni argumentou que a cabeça do jovem jogador anda confusa em razão de questões como a convocação e a possibilidade de não servir à Seleção. Ainda assim, o técnico lamentou a atitude de Pedro.

Publicidade

“Fico triste. Acho desrespeitoso e feio. Não só comigo, mas também com o atleta que vai entrar e com o clube. Lamentável. Pedro é um bom menino e um bom garoto. Acho que esse negócio de Seleção mexe um pouco”, disse o técnico, após a partida.

Comentários