Publicidade

O Flamengo novamente vai procurar um técnico. O clube anunciou, nesta segunda-feira, a saída de Renato Gaúcho. Ele foi o terceiro no cargo após a era Jorge Jesus. O treinador português se despediu em 2020. Desde então, a torcida rubro-negra não ficou plenamente satisfeita com os sucessores.

Com Maurício Souza no comando, o Flamengo tem mais quatro jogos pela frente. E o adversário desta terça-feira também faz lembrar Jorge Jesus. É que o Flamengo não derrota o Ceará desde 2019, quando o português estava à frente do time.

Jorge Jesus Flamengo Jorge Jesus deixou o Flamengo em 2020 (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

Curiosamente, o Ceará foi um adversário “especial” para o Flamengo naquele ano. Em agosto, ao vencer o rival por 3 a 0, no Castelão, o Fla pulou para a liderança do Brasileiro. Pablo Marí, Gabigol e Arrascaeta, de bicicleta, marcaram. Depois, o clube carioca enfrentou o Ceará logo após o título da Libertadores, sobre o River Plate, e também brasileiro. No Maracanã em festa, vitória rubro-negra por 4 a 1, com três de Bruno Henrique e um de Vitinho. Foi o último triunfo carioca.

Relacionadas

Maurício Souza Flamengo

Publicidade

Em 2020, com Domènec Torrent, o Flamengo perdeu para o Ceará por 2 a 0, no Castelão, em setembro. Rogério Ceni também não conseguiu vencer o rival. No Maracanã, em janeiro, nova vitória do rival por 2 a 0.

MAIS! Como está a situação contratual do elenco do Flamengo

Nesta temporada, sob o comando de Renato Gaúcho, o Flamengo foi ao Castelão e voltou com empate. Em agosto, Vitinho salvou o clube carioca e fez o gol de empate: 1 a 1.

Publicidade

Agora, cabe a Maurício Souza a missão de derrubar o Ceará, nesta terça-feira, às 20h (horário de Brasília), no Maracanã. Caso o Fla não vença, o Atlético-MG fica com o título brasileiro de forma antecipada.

Comentários