Botafogo

Reforços mais caros do Botafogo: clube não mexe no Top 10 desde Luiz Fernando

Reforços mais caros do Botafogo: clube não mexe no Top 10 desde Luiz Fernando (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

O Botafogo está ativo na janela de transferências. Mas apenas em contratações por empréstimo ou envolvendo jogadores livres no mercado. Assim trouxe nomes como o zagueiro Rafael Forster, o lateral-esquerdo Victor Luís e o atacante marfinense Salomon Kalou. Entretanto, o Top 10 dos reforços mais caros do Botafogo não muda desde que o clube investiu para tirar Luiz Fernando do Atlético-GO.

Em 2018 o Glorioso pagou 640 mil euros (cerca de R$ 3,87 milhões na cotação atual) para ter Luiz Fernando. Mas o atacante ainda não rendeu o que se esperava. Mesmo assim hoje é titular do time de Paulo Autuori e já despertou o interesse de São Paulo e Palmeiras. Além disso tem o carinho da torcida. Entretanto falta deslanchar.

Leia também:

De Joel a Kalou! Botafogo evoluiu na qualidade dos craques africanos
Criticado no Botafogo, goleiro Helton Leite fecha com o Benfica
Menos badalado, Matheus Babi pode roubar a cena no Botafogo

O MAIS QUE UM JOGO mostra o top 10 das contratações mais caras da história do Botafogo.

Reforços mais caros do Botafogo

10 – Luiz Fernando

Reforços mais caros do Botafogo: Luiz Fernando no Top 10 (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

O Botafogo mexeu recentemente em seu top 10. Foi em 2018, quando tirou Luiz Fernando do Atlético-GO por 640 mil euros (cerca de R$ 3,87 milhões na cotação atual). O jogador é titular do time de Paulo Autuori, mas vê a vaga ameaçada com a chegada de Salomon Kalou.

9 – Henrique Almeida

Henrique Almeida não foi bem no Botafogo (Foto: CBF)

Henrique Almeida foi uma aposta do Botafogo em 2013 que o clube se arrepende. Foram pagos 755 mil euros (R$ 4,57 milhões na cotação atual) e ele nunca deu o retorno desejado. Ainda caiu em desgraça com a torcida por hostilizar o Glorioso toda vez que cruza com o clube.

8 – João Paulo

João Paulo foi investimento que valeu à pena (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Cedido ao futebol dos Estados Unidos, o meia João Paulo custou 850 mil euros (cerca de R$ 5,15 milhões na cotação atual). O clube o contratou em 2017 junto ao Santa Cruz de Pernambuco. Foi titular por três anos. Assim é um investimento que valeu à pena.

7 – Pablo Zeballos

Zeballos durou pouco no Botafogo (Foto: CBF)

O meia paraguaio Pablo Zeballos foi uma aposta fracassada do Botafogo em 2014. O tirou do Samara da Rússia por 900 mil euros (atualmente cerca de R$ 5,45 milhões). Ficou apenas um ano e saiu após o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

6 – Marcelo Mattos

Marcelo Mattos não fugia da briga no Botafogo (Foto: Getty)

Contratado em 2011 junto ao Panathinaikos da Grécia, o volante Marcelo Mattos, ex-Corinthians, justificou o investimento. Foi titular enquanto esteve no clube, por três anos. Custou 90o0o mil euros (cerca de R$ 5,45 milhões atuais).

5 – Carlos Alberto

Carlos Alberto entrou em litígio com o Botafogo, mas voltou a vestir a camisa alvinegra seis anos depois (Divulgação Botafogo)

Carlos Alberto passou pelo Botafogo em 2008 (Divulgação Botafogo)

O meia Carlos Alberto foi contratado em 2008 junto ao Werder Bremen da Alemanha por 1 milhão de euros (cerca de R$ 6,06 milhões na atual cotação). Ficou apenas seis meses no clube e saiu reclamando de atrasos salariais.

4 – Jobson

Jóbson não passou de uma grande promessa no Botafogo (Foto: divulgação)

Jobson foi só polêmica no Botafogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Em 2010 o Botafogo pagou 1,4 milhão (cerca de R$ 8,48 milhões na cotação atual) ao Brasiliense pelo atacante Jobson. Uma série de problemas fizeram o Alvinegro ver o investimento ir pelo ralo. O comportamento do jogador nunca ajudou.

3 – Arévalo Ríos

Arevalo Rios na chegada ao Botafogo (Foto: Divulgação)

O estrangeiro que custou mais caro ao Botafogo foi um fiasco em campo. Volante titular da seleção uruguaia, Arévalo Ríos custou 1,4 milhão (cerca de R$ 8,48 milhões na cotação atual). Deixou o Monterrey do México rumo ao Brasil para ser um eterno reserva em General Severiano.

2 – Elkeson

Elkeson comemora pelo Botafogo (Foto: Getty)

Um investimento certeiro. O Botafogo contratou Elkeson junto ao Vitória por 2 milhões de euros (hoje cerca de R$ 12,12 milhões) e o negociou para o exterior com um valor bem maior. Os chineses do Evergrande pagaram 5,7 milhões de euros (cerca de R$ 35 milhões atuais). Além disso ele teve alto rendimento no clube. Assim até hoje a torcida fala na sua volta. Mas tem vaga no time?

1 – Maicosuel

Maicosuel é identificado com o Botafogo (Foto: Divulgação)

Em 2010 Maicosuel se tornou a contratação mais cara da história do Botafogo. E até hoje tem este posto. O Glorioso pagou 4 milhões de euros (cerca de R$ 24,24 milhões) pelo jogador. Dinheiro bem pago. O investimento valeu pela sua entrega em campo. Foi por três anos titular absoluto. Além disso foi vendido para a Udinese por 5,3 milhões de euros (cerca de R$ 31 milhões pela atual cotação). Assim tem um lugar de destaque no coração da torcida.

Você Também pode gostar