Publicidade

Salomon Kalou é aguardado com grande expectativa pela torcida do Botafogo. Mas ao contrário do que muitos lembram, o artilheiro marfinense não foi o primeiro jogador africano a vestir a camisa do Alvinegro. Em 2017 o Alvinegro apostou no centroavante camaronês Joel, mas o desempenho dele com o manto alvinegro foi sofrível. Isso mostra que, aparentemente, o Botafogo evoluiu na qualidade dos craques africanos.

Joel comemora seu único gol pelo Botafogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Em 2017 o Botafogo conseguiu junto ao Cruzeiro o empréstimo de Joel. O jogador, hoje com 26 anos, tinha surgido com destaque três anos antes no futebol paranaense, onde defendeu o Londrina e o Coritiba.

Leia também:

Publicidade

Criticado no Botafogo, goleiro Helton Leite fecha com o Benfica
Menos badalado, Matheus Babi pode roubar a cena no Botafogo

No Botafogo Joel não teve grandes oportunidades, pois não vinha demonstrando em campo qualidade que merecesse isso. Algumas atuações dele foram desastrosas. Foram apenas dez jogos e apenas um gol anotado.

O único gol de Joel pelo Botafogo foi em um duelo contra o Bangu pelo Campeonato Carioca. O camaronês aproveitou rebote do goleiro e mandou a bola para dentro. A comemoração foi com a bola na barriga, pois seria pai meses depois. Mas foi a única chance de comemorar pelo Glorioso.

Atacante de Serra Leo quase foi o primeiro africano do Botafogo

Publicidade

Antes de Joel, em 2004, o Botafogo quase apostou em outro africano. Era um jovem atacante nascido em Serra Leoa. Brima Korona foi levado ao Glorioso pelo ex-zagueiro Gonçalves, que tinha visto seu futebol na Suécia. Mas foi atração pelo fato de o time nunca ter tido um africano.

Brima Korona quase foi o primeiro africano do Botafogo (Foto: Reprodução Jornal O Globo)

O técnico Levir Culpi observou o jogador e pediu que ele fosse inscrito no Campeonato Carioca. Mas aí o sonho de Brima de brilhar na terra de Pelé foi para o espaço. O Glorioso estava com dívidas com o Governo Federal e não conseguiu visto de trabalho para o africano, abrindo mão de seu futebol. Assim ele nunca vestiu a camisa botafoguense.

Agora o Botafogo aposta em um africano bem mais conhecido. Aos 34 anos, Salomon Kalou vinha jogando em bom nível no Hertha Berlin. O desejo de jogar no Brasil começou a ser desenhado em casa, pela esposa do atleta, que é brasileira. O avô dela é torcedor fanático do Glorioso.

Kalou em ação pela seleção da Costa do Marfim (Foto: Fifa)

Publicidade

Tendo despontado para o futebol pelo Feyenoord da Holanda entre 2003 e 2006, Kalou foi contratado pelo Chelsea, que defendeu por seis anos. O atacante de 34 anos fez carreira brilhante no clube inglês tendo conquistado a Premier League e Champions League. Depois ainda teve passagem pelo Lille da França antes de chegar ao Hertha Berlin.