Botafogo, Fluminense

Ferj entra na Justiça contra Botafogo e Fluminense

Rubens Lopes preside a Ferj (Foto: Divulgação)

A briga entre Ferj e Botafogo e Fluminense ganhou mais um capítulo nesta terça-feira. A Federação entrou na Justiça contra os clubes e alega danos morais pelo manifesto publicado contrário a volta aos treinos.

Presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej criticou ação da Ferj

Na ação, a entidade carioca exige uma retratação pública de Botafogo e Fluminense. Além disso, quer R$ 100 mil de danos morais e mais danos materiais ainda a serem calculados.

A polêmica começou quando a Ferj reuniu os clubes e iniciou o processo para a retomada do Campeonato Carioca. Botafogo e Fluminense, contrários ao retorno dos treinos, buscaram o adiamento de seus jogos. Os clubes só conseguiram postergar seus jogos após determinação do prefeito Marcelo Crivella.

Mesmo depois do retorno ao Estadual, as diretorias dos clubes e Ferj seguiram trocando farpas. A Federação foi questionada por alvinegros e tricolores por ter cobrado 10 vezes mais pela operação dos jogos.

Leia também:

Leandrinho pode repetir destino de outras joias do Botafogo

Prêmio do título carioca pode ajudar Fluminense em despesas emergenciais

O presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, ironizou a ação da Ferj.

– Para mim é inédito uma federação de futebol entrar na Justiça contra filiados por discordância de posições. Mais um capítulo da enlameada edição de 2020. Parabéns à Ferj pela brilhante condução, deu aula – declarou.

Já o Fluminense ainda não se manifestou sobre o assunto. Os tricolores seguem focados na decisão do Campeonato Carioca, nesta quarta-feira, contra o Flamengo.

Você Também pode gostar