Botafogo

Leandrinho pode repetir destino de outras joias do Botafogo

Botafogo pode negociar Leandrinho ainda esta semana (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

O Botafogo enfrentou nos últimos anos uma série de problemas com jogadores que entraram na Justiça por conta dos atrasos salariais. E o capítulo pode ser reprisado agora. Leandrinho pode repetir destino de outras joias do Botafogo. O meia, revelado nas categorias de base do clube, está tentando na Justiça do Trabalho rescindir seu contrato com o Botafogo. O jogador alega quebra unilateral de contrato por parte do clube. Isso porque ele reclama que não recebeu o salário nos meses de novembro e dezembro, quando ainda estava emprestado ao Sport de Pernambuco. Além disso, não teria recebido parte dos salários de março, abril, maio e junho de 2020. O 13º salário de 2019 ainda estaria em aberto.

Botafogo queria negociar Leandrinho (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Pela legislação um jogador de futebol profissional pode pleitear a rescisão de contrato por quebra unilateral quando o clube fica três ou mais meses sem honrar com seus compromissos. Além disso, quando não há depósito do FGTS por parte do empregador o jogador também pode deixar o clube na Justiça.

Em 2014, quando teve suas receitas bloqueadas na Justiça, o clube deixou de pagar mais de três meses aos jogadores. Assim viu atletas deixarem seus contratos sem que lucrasse em nada com isso. O volante Gabriel e o meia Daniel entraram nesta leva.

Leandrinho foi aposta no começo do ano

Se conseguir a rescisão de seu contrato na Justiça de forma unilateral, Leandrinho estará livre para assinar com outro clube. Apesar disso a situação do atleta nunca é tranquila. Isso porque os demais clubes acabam se sentindo inseguros de contratá-lo temendo que o clube de origem consiga reverter a decisão na Justiça.

Leia também:

Igor Cássio assina com o Porto
Botafogo visa 50 mil novos sócios-torcedores com Salomon Kalou
Salomon Kalou vai receber menos do que Diego Souza no Botafogo

O Botafogo iniciou o ano apostando em Leandrinho, que teve um 2019 muito positivo no Sport. O apoiador fez 38 jogos pelo Leão no ano passado, marcando três gols e distribuindo assistências. Foi decisivo no retorno dos pernambucanos para a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Entretanto, no Botafogo a história começou a mudar.

Leandrinho não conseguiu convencer Alberto Valentim e nem Paulo Autuori de que pode ajudar o Botafogo. Não vem sendo aproveitado. Seu fraco desempenho foi motivo de desânimo na diretoria. O jogador estava na lista dos que seriam liberados.

Você Também pode gostar