Publicidade

O Botafogo em crescendo com Enderson Moreira. Foram cinco vitórias em sete jogos. Mas nos dois tropeços ficou fácil perceber um problema que já era comum nos tempos de Marcelo Chamusca. O Glorioso só conseguiu jogar bem um tempo. O fato se repetiu na derrota de 1 a 0 para o Operário no Paraná e no empate por 1 a 1 com o Guarani em Campinas (SP). A busca por esse equilíbrio é o grande desafio da atual comissão técnica.

Diante do Operário o Botafogo levou um gol em uma falha do goleiro Diego Loureiro. Mas dominou todo o primeiro tempo e se mantivesse a pegada na etapa final teria grandes chances de chegar ao empate. Entretanto acabou caindo de produção e viu os três pontos se perderem no interior paranaense.

Botafogo Botafogo quer progredir na Série B (Foto: Vitor Silva / Botafogo)

Já contra o Guarani o time dominou as ações no primeiro tempo e foi para o intervalo ganhando por 1 a 0, com um gol de Rafael Navarro. Mas logo no começo do segundo tempo o Bugre empatou em outra falha do sistema defensivo. Assim se descontrolou e fez um pífio segundo tempo, deixando escapar o triunfo pelas mãos.

Publicidade

MAIS! Um turno com Enderson pode resolver acesso. Entenda!

Enderson Moreira sabe que é preciso evolução, mas pede calma em relação ao problema.

– Temos sim muito a evoluir e sabemos disso. Estamos crescendo na competição. Mas é preciso paciência e é muito importante entendermos que não vamos ganhar todos os jogos – disse o treinador.

Relacionadas

Chay Botafogo x Cruzeiro

Publicidade

O Botafogo agora trabalha de olho na estreia no segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro. O Glorioso volta a campo no domingo para medir forças com o Vila Nova. As duas equipes se enfrentam a partir das 11h(de Brasília) no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).

Comentários