Vasco

Tempo esgotado! Vasco decide rescindir com Guarín

Divulgação CRVG

A paciência do Vasco com Freddy Guarín acabou e o clube vai rescindir o contrato com o colombiano. A diretoria do clube tem sido muito compreensiva com os problemas pessoais do jogador, mas a situação passou do limite.

Divulgação CRVG

Autorizado pela diretoria, Guarín viajou para a Colômbia no dia 11 de julho para resolver seus problemas. Desde então, o jogador permaneceu em Medellín sem dar uma posição definitiva ao clube.

– Vamos partir para a rescisão. Posso te dizer que estamos negociando. Guarín não conseguiu resolver os problemas pessoais dele – disse o presidente Alexandre Campello ao Globoesporte.com.

– Esperamos até onde entendemos que é possível, respeitando o problema do jogador, entendendo a importância dele e a nossa vontade de contar com ele, mas chegou no limite. A gente tentou, deu todas as chances para que pudesse resolver, mas não foi possível – completou.

Leia também:

O que esperar do Vasco no Campeonato Brasileiro

Vasco apresenta atacante Guilherme Parede

O ex-jogador da Inter de Milão chegou ao Vasco em 2019 e, mesmo fora de forma, conquistou seu espaço. Sua técnica e personalidade em campo ficaram evidentes nas 12 partidas que disputou.

Entretanto, problemas particulares e atrasos de salários quase impediram a sua permanência em 2020. Mas Guarín retornou em fevereiro e renovou com o Vasco por 18 meses.

Com a paralisação do futebol no meio de março, Guarín retornou à Colômbia e foi o último a se reapresentar no clube em junho. Após cumprir quarentena em casa, deveria ter iniciado os treinos com o grupo no dia 30 de junho.

Em função dos problemas particulares, a diretoria vascaína permitiu que ele continuasse a manter a forma em casa. Guarín, porém, pediu mais uma vez para ir à Colômbia para tentar resolver a situação.

Você Também pode gostar