Vasco

Relembre as estreias do Vasco nos pontos corridos

Wagner marca o gol de empate na virada sobre o Galo em 2018 (Divulgação CRVG)

O Vasco estreia na Série A do Campeonato Brasileiro de 2020 nesta quinta-feira, em São Januário. Esta será a 18ª edição do nacional na era dos pontos corridos, e o Cruzmaltino tem 14 participações na primeira divisão.

Wagner marca o gol de empate na virada sobre o Galo em 2018 (Divulgação CRVG)

O retrospecto das primeiras rodadas, porém, é marcado pelo equilíbrio entre vitórias e derrotas. Das 14 estreias, o Vasco venceu seis, empatou duas e perdeu seis.

Pela tabela, O Vasco iria estrear fora de casa contra o Palmeiras. Mas como o Verdão disputou a final do Campeonato Paulista no último sábado, o confronto foi adiado. Assim, o Cruzmaltino irá direto para a segunda rodada, e receberá o Sport, em São Januário.

Começando a competição em casa, o Vasco tem mais chances de estrear com o pé direito. Pelo menos é isso que diz o retrospecto. Nas seis estreias em casa, o Cruzmaltino só perdeu uma, empatou duas e foi vencedor em três. Já como visitante, a história é outra: cinco derrotas e três vitórias.

Leia também:

Confiante, Castán não coloca limite para Vasco no Brasileiro

‘Estamos unidos, fechados’ diz Talles Magno sobre o Vasco

O confronto diante do Sport, adversário em 2020, é inédito em estreias no Brasileirão. As duas equipes já se enfrentaram 12 vezes na Série A nos pontos corridos, com seis vitórias do Vasco, três empates e três derrotas. Entretanto, jogando em casa, o Cruzmaltino venceu cinco vezes e só perdeu uma.

Confira as estreias do Vasco na era dos pontos corridos:

2003 – Guarani 4 x 2 Vasco – Brinco de Ouro (Campinas)

Escalação: Fábio, Russo, Alex, Wellington Paulo e Edinho (Wellington); Henrique (Danilo), Bruno Lazaroni, Léo Lima (Carlinhos) e Marcelinho Carioca; Cadu e Souza
Técnico: Antônio Lopes

2004 – Vasco 0 x 1 Criciúma – São Januário

Escalação: Fábio; Claudemir, Wescley, Serjão e Marcos Paulo (Vitor Boleta); Rodrigo Souto, Ygor (Júnior), Coutinho e Cadu (Wesley); Róbson Luiz e Anderson
Técnico: Geninho

2005 – Brasiliense 0 x 1 Vasco – Mané Garrincha (Brasília)

Escalação: Everton, Thiago Maciel (Felipe Alves), Fabiano, Daniel e Jorginho Paulista (Diego); Ygor, Coutinho, Rubens (Abedi) e Leozinho; Alex Dias e Romário
Técnico: Dário Lourenço

2006 – Vasco 1 x 1 Internacional – São Januário

Escalação: Cássio; Wagner Diniz, Jorge Luiz, Fábio Braz e Diego; Roberto Lopes (Abedi), Ygor, Ramon (Faioli) e Morais; Valdiran (Ernani) e Edílson
Técnico: Renato Gaúcho

2007 – América-RN 0 x 1 Vasco – Machadão (Natal)

Silvio Luiz; Thiago Maciel, Jorge Luiz, Julio Santos e Guilherme; Amaral, Roberto Lopes, Renato (Junior) e Morais (Abedi); Alan Kardec (Conca) e André Dias
Técnico: Celso Roth

2008 – Internacional 1 x 0 Vasco – Beira-Rio (Porto Alegre)

Escalação: Tiago, Eduardo Luiz (José Villanueva), Jorge Luiz, Rodrigo Antônio e Wágner Diniz; Jonílson, Leandro Bomfim, Morais (Alex Teixeria) e Madson (Pablo); Alan Kardec
Técnico: Gaúcho

2010 – Atlético-MG 2 x 1 Vasco – Mineirão

Escalação: Fernando Prass; Paulinho, Thiago Martinelli, Dedé e Ramon; Nilton, Souza, Magno (Leo Gago) e Philippe Coutinho; Dodô (Caíque)e Elton
Técnico: Gaúcho

2011 – Ceará 1 x 3 Vasco – Presidente Vargas (Fortaleza)

Escalação: Fernando Prass; Fagner, Jomar, Douglas (Chaparro) e Márcio Careca (Ramon); Eduardo Costa, Diego Rosa, Jéferson e Bernardo; Enrico (Max) e Elton
Técnico: Ricardo Gomes

2012 – Vasco 2 x 1 Grêmio – São Januário

Escalação: Fernando Prass, Allan, Renato Silva, Rodolfo (Rômulo) e Dieyson; Fellipe Bastos, Kim (Alecsandro), Eduardo Costa e Nilton; Carlos Alberto e William Barbio (Juninho Pernambucano)
Técnico: Cristóvão Borges

2013 – Vasco 1 x 0 Portuguesa – São Januário

Escalação: Michel Alves; Elsinho, Luan, Renato Silva e Yotún; Sandro Silva, Fellipe Bastos (Abuda), Dakson (Edmilson) e Alisson (Wendel); Eder Luis e Tenório
Técnico: Paulo Autuori

2015 – Vasco 0 x 0 Goiás – São Januário

Escalação: Martin Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Cristiano; Guiñazu, Serginho (Bernardo) e Julio dos Santos; Rafael Silva (Yago), Dagoberto (Marcinho) e Gilberto
Técnico: Doriva

2017 – Palmeiras 4 x 0 Vasco – Allianz Parque

Escalação: Martín Silva, Gilberto, Rafael Marques, Jomar e Henrique; Jean (Paulo Vitor), Douglas, Yago Pikachu, Mateus Pet e Nenê; Luís Fabiano (Kelvin)
Técnico: Milton Mendes

2018 – Vasco 2 x 1 Atlético-MG – São Januário

Escalação: Martín Silva; Rafael Galhardo (Rildo), Paulão, Werley e Henrique; Wellington (Thiago Galhardo), Desábato, Yago Pikachu, Evander e Wagner; Riascos (Rios)
Técnico: Zé Ricardo

2019 – Athletico-PR 4 x 1 Vasco – Arena da Baixada

Escalação: Alexander; Werley, Miranda (Bruno César) e Ricardo; Cáceres, Raul, Lucas Mineiro, Yago Pikachu (Yan Sasse) e Danilo Barcelos; Marrony e Maxi López (Ribamar)
Técnico: Marcos Valadares


Você Também pode gostar