Publicidade

O Vasco fecha, neste domingo, um ano melancólico. O Gigante da Colina cumpre tabela contra o Londrina, no Estádio do Café, pela Série B. É o fim de uma temporada amarga e de um mês terrível.

O Gigante da Colina ruiu de vez em novembro. Até aqui, o Vasco disputou cinco jogos no mês: foram três derrotas e dois empates. E novembro fica ainda mais cruel porque o clube carioca buscava a última cartada e uma sonhada arrancada para brigar pelo acesso.

Cano Vasco Cano e o Vasco sofreram em novembro| Foto: Rafael Ribeiro / Vasco / Divulgação

O impacto da derrota para o Guarani, no dia 4 de novembro, sentenciou o Vasco. No Brinco de Ouro, na reta final do duelo, o clube carioca teve um pênalti a favor. Entretanto, Cano perdeu. Para piorar, no minuto seguinte, o Bugre fez o gol da vitória por 1 a 0.

Relacionadas

Bruno Sávio

Publicidade

O revés para o Guarani, com requinte de crueldade, foi difícil de absorver. E novembro ficou ainda pior com a goleada imposta pelo Botafogo, em São Januário: 4 a 0. Ali, o time jogou a toalha e entregou os pontos: não seria possível subir.

MAIS! Galarza ganha recesso no Vasco e não encara o Londrina

O Gigante da Colina ainda perdeu para o Vitória e vem de dois empates: com Vila Nova e Remo. Agora, termina novembro e um ano sofrível. E com muito trabalho pela frente de olho em 2022.

Comentários