Publicidade

O desempenho do Vasco melhorou, sob o comando de Fernando Diniz, mas a vitória escapou nos dois jogos com o técnico. Para o jogo desta sexta-feira, contra o Brusque, o treinador deve manter a base da equipe que vem utilizando.

Entretanto, Diniz terá de fazer mudanças na escalação. Duas delas serão obrigatórias, já que Andrey recebeu o terceiro cartão amarelo e Léo Jabá foi suspenso pelo STJD por expulsão na Copa do Brasil.

Fernando Diniz Vasco Diniz mantém esperança de levar o Vasco à Série A | Foto: Rafael Ribeiro / Vasco / Divulgação

Bruno Gomes deve assumir o lugar do volante, mas, na frente, o treinador está em dúvida. O substituto natural para atuar pelos lados do ataque seria Gabriel Pec, mas o centroavante Daniel Amorim tem entrado bem no time. Há, portanto, a possibilidade dele formar dupla com Germán Cano.

Relacionadas

Publicidade

Outra opção para Diniz é adiantar Nenê para atuar mais próximo de Cano e escalar Matías Galarza no meio de campo.

Após teste, Vasco planeja ter mais público em São Januário

Qualquer que seja a opção do treinador, o Vasco precisa trazer os três pontos de Santa Catarina. O Brusque, entretanto, não vende barato suas derrotas. No primeiro turno, em São Januário, o Cruzmaltino suou para vencer por 2 a 1.

Publicidade

Além disso, o Brusque chega para o duelo em seus domínios confiante após arrancar um empate heroico diante do Sampaio Corrêa, no Maranhão. O time perdia por 2 a 0 fora de casa, conseguiu a reação e voltou com mais um ponto na tabela.

Em 14º lugar com 29 pontos, o Brusque luta para se distanciar da zona do rebaixamento. O Vasco, nono com 34, precisa vencer para manter vivo o sonho do acesso.

Comentários